A gigante Alemanha massacra o pequeno San Marino

Atualizado: 24 de Jul de 2020

Mais uma vez, o dia terminou iluminado para a seleção alemã. O técnico Joachim Löw não contou com nomes importantes, como Neuer, Kroos e Özil, mas isto não foi um empecilho para que uma goleada fosse armada.

Já no primeiro tempo não houve folga para o time da casa. Com menos de 10 minutos, Sami Khedira balançou as redes, colocando a Alemanha a frente. Em menos de 2 minutos o rumo da partida já estava acertado. O novato e ex jogador dos gunners, Serge Gnabry - que foi o grande destaque do jogo - fez o segundo gol, aproveitando um erro da defesa. As tentativas de San Marino existiram, e os jogadores mostraram garra, mesmo diante da gigante campeã do mundo. Para fechar a primeira metade do confronto, Mario Götze avistou Jonas Hector na área, em uma posição que seria certeira. Não deu outra, e o 3 a 0 encerrou o começo do que seria uma noite espetacular.

Mesmo com desfalques importantes, e com a vantagem garantida ainda na primeira etapa. A seleção comandada por Löw não diminuiu o ritmo, e com as substituições feitas novamente uma chuva de gols. Aos 13 minutos, Gnabry balançou as redes novamente. A seleção de San Marino até tentou se fechar, porém, a pressão alemã não deu chances. A rede balançou novamente aos 20 minutos, com Hector; aos 31 com Gnabry; aos 37 em um gol contra. A goleada terminou no finalzinho da etapa complementar, com Volland.

A goleada aplicada não apenas confirma o favoritismo dos alemães, como eles seguem com 100% de aproveitamento. Líderes do grupo C com 12 pontos, e com uma atuação luxuosa nas Eliminatórias, os alemães marcaram 16 gols e não sofreram nenhum. Os apaixonados por futebol vão continuar vendo uma Alemanha forte e buscando mais um título na Copa do Mundo.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle