Lisca, Lisca doido...

Atualizado: Jul 25

Dia 17 de novembro de 2016, como esquecer dessa data, em senhores colorados?



Era para ser uma noite de alívio, o Internacional jogava em sua casa contra um adversário de parâmetro fraco, com uma torcida enlouquecida a seu favor. Confirmando a vitória o clube saia do Z4, e poderia respirar mais aliviado no resto da semana. O 1 a 0 no primeiro tempo foi mera ilusão. Um empate se consolidou, e a demissão de Celso Roth também.


O que se passa pela cabeça da diretoria do clube? Nós torcedores não fazemos a mínima ideia.


O Internacional tendo 10 dias para treinar antes da partida de ontem, não seria óbvio ter demitido o Roth e deixar esses dias para que Lisca trabalhasse tecnicamente? Pelo visto não, Celso Roth teve muitas chances de tentar tirar o clube dessa situação, mas ele só cavava ainda mais para que o Inter fosse enterrado na última rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro erro foi deixar Seijas no banco, o segundo é não ter pulso firme com Paulão, este que já joga desinteressado pela situação que o clube vive nesse semestre, e isso foi nítido contra o jogo da Ponte Preta, balões como se fossem lançamentos na área, ou pior, estes sem rumo. Roth no fim de sua coletiva de imprensa disse um “até breve”, esperamos que esse “breve” não exista mais, que seja um “até nunca mais”.


Faltando três rodadas para o fim do Brasileirão, (contra Corinthians, Cruzeiro e Fluminense, sendo estas apenas uma em casa), o técnico Lisca (Luis Carlos De Lorenzi), terá muito trabalho para conseguir os pontos desejados para o clube não ir para série B. Currículo dentro do Colorado ele tem, começou a sua carreira nas categorias de base. Somando quase 10 anos dentro da instituição. Após apresentado oficialmente como técnico do time principal na manhã seguinte da demissão de Roth, Lisca doido como é conhecido, começou os trabalhos já a tarde no CT Colorado.


Lisca conseguiu um feito histórico aqui no Rio Grande do Sul, conquistou o acesso á série C de forma heroica com o time do Juventude em 2014. Esperamos que ele seja a esperança para o Internacional honrar a sua história. Aliás Inter, só para constar, é nas más que demostramos que te amamos igual. Boa sorte Lisca, boa sorte Lisca doido, esperamos do fundo do coração que 2016 não seja um ano trágico na história do Sport Clube Internacional.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle