Celebrando a vida: eterno Sócrates Brasileiro

Atualizado: Jul 25

Há cinco anos Doutor Sócrates nos deixou. Depois de uma diária batalha contra o alcoolismo, batalha essa com diversas cirurgias e internações. No dia 04 de dezembro de 2011, Sócrates deixava sua esposa, seus amigos, seus admiradores e aqueles que acompanham cada toque de seu calcanhar.


Era Domingo. Domingo de futebol. Futebol de Corinthians e Palmeiras. Corinthians e Palmeiras de final. Final de Pacaembu. Pacaembu de Timão campeão. Mas o nosso Dr. viveu, e como viveu! Por isso hoje, 04 de Dezembro, celebraremos a vida desse homem que mudou histórias dentro e fora do gramado.


Conheci um garotinho com um nome gigantesco: Luan Sócrates Ganam Ferreira.

O menino que já nasceu sendo mais um do bando de loucos leva o nome do maior ídolo do time do coração de sua mãe. Conto pra vocês a história da Dadá e do seu pequeno doutorzinho.


Dadá é mineira, sua família sempre esteve envolvida com futebol. Mas o Corinthians não tinha a paixão de todos apenas da sua irmã. Na década de 90 vieram morar em São Paulo, então sua irmã começou ir a jogos e logo ela se envolveu e começou a ir junto.


“A arquibancada é apaixonante e tô por lá até hoje”


Estudando a história do time do Parque São Jorge, Dadá conheceu a Democracia Corinthiana, e por consequência conheceu SÓCRATES, os ideais políticos e vida do jogador cativaram a mineira corinthiana. A paixão pela história e pelo jogador foi instantânea, única e eterna.

Aahh... o Doutor! O ser-humano que ele é (porque ele ta vivo dentro de mim), não existe mais nos tempos de hoje. O Doutor é pra mim o maior ídolo do Corinthians!”


Sócrates não era apenas um jogador de futebol, ele tinha uma ideologia cidadã. Para ela e para todos os corinthianos que conhecem a historia do time alvinegro , a LUTA pela DEMOCRACIA, foi a maior contribuição do Dr. Não só para o Corinthians, mas também para o país.


A partir de uma conversa com sua irmã (aquela que era a única Cortinhiana), elas comentaram sobre colocar o nome do Doutor no bebê, e claro que a ideia ficou fixa na cabeça dela. Sua mãe até tentou se opor, mas não rolou. Mesmo tendo a ideia junto com sua irmã, ela não contou. Deixou para ser um surpresa de Natal.


“Eu fiquei com a ideia fixa na cabeça. No dia de registrar minha mãe relutou, mas coloquei. Não contei pra minha irmã. Foi presente de natal pra ela. Entreguei a certidão e ela chorou de emoção desacreditando que realmente coloquei.”


Nasceu, Luan Sócrates Ganam Ferreira.

Se meu filho tiver o mesmo caráter, força pra lutar

e bondade que ele teve, já serei muito feliz!”


O fator principal para a escolha do nome, foi a emoção que o Sócrates transmite até hoje. As pessoas que conhecem o pequeno Luan sempre acham que seu nome é uma referência ao filósofo, mas Dadá sempre faz questão de deixar claro que é uma homenagem ao jogador do time do seu coração. Leia uma das historias mais emocionantes que mãe e filho viveram:


“Não me recordo de história engraçada... mas foi comovente quando o Wladmir estava com ele no colo e me perguntou o nome. Ele encheu os olhos de lágrimas e falou: "Doutor! Quanta saudade! E isso aconteceu na casa que Sócrates morou com a Katia, que também se emocionou muito quando conheceu meu pequeno e logo o chamou de Doutorzinho!”

Dadá também levou Luan para conhecer Kátia, a última esposa de Sócrates.


“Foi emocionante de mais! Foi uma surpresa minha ida lá na casa. Na hora que ela me viu descer do carro com ele no colo, ela já começou a chorar, pois o reconheceu. Eu já havia falado com ela pelo facebook. Mas não havíamos marcado nada ainda. Doutorzinho ficou a vontade na casa, parecia que ja conhecia o lugar. E no final ainda foi com ela na biblioteca e pegou aleatoriamente um livro. Qual? O JULGAMENTO DE SÓCRATES.”


O doutorzinho vai entender a grandeza do seu nome, através das histórias que sua mãe vai lhe contar. Ela já compra livros e guarda, assim quando o pequeno crescer ela terá sua paixão completa, não só pelo Corinthians, mas pelo homem que sua mãe quis eternizar.


“E tenho certeza que terá muito orgulho de carregar esse nome tão forte e esse apelido tão carinhoso.”


Hoje cinco anos sem Sócrates, a saudade é o sentimento que domina o coração de toda uma nação apaixonada pelo preto e branco. Saudade que pode ser aliviada com os VT’S, entrevistas e livros. Sobre essa saudade a mãe do Doutorzinho disse:


"A saudade de tantas lutas. A saudade de tantas jogadas. A saudade do ser-humano que completava um todo: O Corinthians! Me pego nesse momento olhando pra foto que tenho com ele na quadra dos Gaviões e agradecendo por tudo que ele me representa! Exemplo de muita sabedoria! Obrigada Doutor! Saudades infinitas!"


A verdade é que mesmo quando um ídolo parte, ele continua vivo dentro de cada coração de quem verdadeiramente o amava. Sócrates jamais será esquecido pela nação Corinthiana e por aqueles que sabem da sua grande influência.


Valeu, Doutor.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle