Ter um ídolo é...

Atualizado: Jan 16

Anos e temporadas se passam, ao decorrer disso, diversas contratações com o intuito sempre de buscar o melhor para o clube e para conseguir dar conta do recado nas competições que não são poucas ao longo do ano.


Jogadores vem e vão, alguns não conseguem corresponder em campo o porquê de estar ali integrando aquele grupo e todos sabem que a torcida não perdoa! Já outros de uma maneira inexplicável conquistam o coração da galera, seja com dribles que deixam o adversário “sem pai e sem mãe”, um desarme na hora certa ou uma defesa sensacional nos 45 do segundo tempo.


São esses que por vezes demonstram um amor diferente e incondicional pelo seu time, e você entende que aquele atleta não é apenas só “mais um jogador” e recebe o tão sonhado e desejado, depois de muitas batalhas e glórias o “nome” de ídolo. Ah, e um ídolo não se constrói de uma hora para outra.

Ter um ídolo é:

  • Ter que escutar seus amigos falando: “ele nem sabe que tu existe”, “para com esse fanatismo por uma pessoa que não está nem ai pra você”, mas você ama tanto que nada daquilo faz sentido;

  • Ter aquela pessoa como um exemplo para sua vida;

  • Amar ele(a) mesmo quando todos estão contra, mas você sabe que um dia seu ídolo vai calar a boca de todos que duvidaram da capacidade dele;

  • Se pegar sem reação em frente a TV quando aquele jogador vai ceder uma entrevista coletiva ou entrar em campo;

  • Ficar ligado naquela pessoa, lotar a sua galeria de fotos e vídeos e sempre acompanhar suas redes sociais.


Poderia ficar aqui escrevendo muitos argumentos para te convencer do que é ter um ídolo. Mas só quem tem sente, ama-o mais do que tudo muitas vezes e sabe que de maneira alguma aquele jogador (a) vai o decepcionar. Afinal é o seu ídolo, seu amor e nada mais importa.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle