Entenda o abandono do Maracanã

Atualizado: Jul 25

Sujeira, corte de luz, gramado em péssimas condições e várias cadeiras arrancadas. Esse é o cenário no qual o Maracanã tem aparecido em diversos veículos de comunicação. O que muita gente ainda não entendeu é como um dos principais estádios nacionais chegou a essas condições.

O Maracanã ainda pertence ao Governo do estado do Rio de Janeiro e sua administração foi concedida à Maracanã S.A, da Odebrecht, desde 2013 por 35 anos. O que aconteceu foi um empréstimo desde março para o Comitê Organizador Rio 2016, que se comprometeu a, no fim dos jogos, devolver o estádio para a concessionária nas mesmas condições em que foi recebido.

O Maracanã foi, de fato, devolvido à administradora no dia 30 de outubro conforme combinado, porém em péssimo estado. A Maracanã S.A se recusa a assumir novamente a administração do estádio com tantos prejuízos e o Governo apenas notificou o Comitê que, por sua vez, afirma ter devolvido o estádio em melhores condições do que as quais ele foi recebido. Enquanto isso o Maracanã encontra-se abandonado, sem dono e cada vez mais sujo e destruído.

Em menos de um mês, os clubes cariocas estreiam pela Primeira Liga e ainda não está definido o local onde irão jogar. Em entrevista à uma emissora de comunicação, ambos os presidentes de Flamengo e Fluminense afirmaram ter interesse em utilizar o Maracanã e esperam que a situação se resolva o quanto antes.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle