Confirmando o favoritismo, Atlético de Madrid goleia na Alemanha

Atualizado: 25 de Jul de 2020

O Atlético de Madrid vem embalado nesta edição da Champions League. Após ter realizado uma campanha de gala na fase de grupos, a equipe de Simeone viajou até a Alemanha para enfrentar o Bayer Leverkusen pelas oitavas de final da competição. As duas equipes se reencontraram após o confronto que ocorreu na edição de 2014/2015 do maior torneio europeu, onde o time espanhol levou a melhor e eliminou a equipe alemã.

Dois anos se passaram, e parece que nada mudou. No primeiro jogo da fase de mata-mata, a equipe espanhola levou a melhor. Pressionando os donos da casa desde o primeiro minuto de jogo, o Bayer não conseguiu segurar a pressão imposta pelo time espanhol. E mesmo com uma posse de bola menor, o Atléti apostou em Koke, Carrasco, Gameiro e Griezmann. Os jogadores foram peças fundamentais para a equipe no primeiro tempo, e foi dos pés do quarteto que as melhores oportunidades surgiram. Aos 18 minutos, Ñíguez balançou as redes em um golaço. Com a jogada iniciada pelo lado direito, o jogador cortou e chutou de perna direita, acertando o ângulo. Após o gol sofrido, a equipe alemã bem que tentou se impor, mas o Atléti estava impossível, e aproveitava os erros cometidos pelo adversário. Aos 27 minutos, o Leverkusen perdeu uma bola no meio-campo, Gameiro aproveitou a oportunidade e em um passe açucarado, Griezmann ampliou para a equipe colchonera.

Mesmo com o placar a favor, a equipe espanhola não poderia desleixar-se e deixar o adversário tomar conta do jogo. Mas o que eles não imaginavam era que os alemães voltariam com uma postura diferente para a etapa complementar. Ainda nos primeiros minutos do 2º tempo, Bellarabi descontou para os alemães. Mesmo com o gol sofrido, o Atléti não se abateu e adiantou a sua marcação. A partir daí, pressionou a saída de bola do time alemão, e em uma excelente jogada, Gameiro acabou sendo derrubado na grande área. O árbitro marcou pênalti, e foi o próprio jogador que realizou a cobrança e ampliou o placar. Mas a alegria não durou muito, após 6 minutos, o goleiro do Atléti acabou deixando a bola sobrar, e a rede balançou, em um gol contra.

O gol animou a equipe, e o Bayer tomou conta do jogo. O time não apenas pressionou, como finalizou e teve a chance de empatar o jogo. Assistindo a pressão imposta pelo adversário, Simeone decidiu apostar em um velho conhecido da torcida: Fernando Torres. Entrando nos minutos finais do jogo, o El Niño foi o nome da vitória da equipe espanhola. Após um cruzamento feito pelo lado direito, o atacante cabeceou e decretou o placar final. Atlético de Madrid 4 x 2 Bayer Leverkusen.

As duas equipes voltam a se encontram dia 15 de março, no estádio Vicente Calderón.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle