O dia que conheci a Arena das Dunas

Atualizado: 25 de Jul de 2020

"Eu nunca tinha pisado em um estádio antes.

A vida me deu essa oportunidade, - obrigada Papai do céu - e que generosa oportunidade! Conhecer a Arena das Dunas foi um presente incrível. Desde sua gigantesca arquitetura externa onde seus desenhos simulam o movimento das dunas ao seu interior, todo em tons azuis, referindo-se ao mar.

O acesso aos camarotes, área de aquecimento, sala de imprensa, área vip, vestiário, área mista, arquibancadas, bancos de reservas e seu gramado, são lindos únicos e inesquecíveis detalhes à parte. Localizada no coração da capital potiguar, ela carrega grandes eventos, importantes e decisivos jogos, além de atletas, torcedores, operários, e tantos nomes que ajudam a contar a história da Arena das Dunas. Dentre eles, recebeu quatro jogos da Copa do Mundo 2014.

O meu favorito?

Como não se lembrar do atacante uruguaio Luis Suárez e sua mordida no zagueiro italiano Giorgio Chiellini, (xerife da velha senhora, Juventus). Repercução no mundo inteiro após o duelo entre Itália e Uruguai nessa Copa, os sul-americanos saíram vitoriosos, e ao atacante, restou uma punição de 9 jogos.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle