Em noite brilhante de Higuaín e Dani Alves, a Juve vence e está perto da final

Atualizado: Jul 25

O primeiro duelo entre Monaco e Juventus aconteceu no Estádio Louis II, em Mônaco. A Juve superior com a bola no pé, venceu por 2 a 0, e leva uma grande vantagem para a partida de volta.

O time italiano começou o jogo melhor, com mais posse de bola e buscando o ataque. A formação com três zagueiros favoreceu o lateral Daniel Alves, que estava com mais liberdade de descer para o ataque. Enquanto a equipe da casa, acuada, se defendia. O argentino Higuain teve chance de abrir o placar aos 7 e 10 minutos. Aos 15 minutos, o jogo começou a mudar, ficou mais equilibrado, Dirar avançou e cruzou pela direita, Mbappé apareceu para finalizar. Buffon fez uma grande defesa, impedindo o gol dos franceses. Aos 18 minutos, Falcão Garcia meteu a cabeça na bola, fazendo o goleiro da Juve trabalhar e afastar para escanteio. Mas, aos 28 minutos, Higuain recebeu a bola no meio de campo, lançou na área para Daniel Alves, que devolveu. O argentino acertou uma linda finalização e colocou a Vecchia Signora na frente, 1 a 0. O jogo esfriou após o gol, o único que oferecia perigo a equipe italiana era o Mbappé. A Juve mostrou que era superior com a bola no pé, e sufocou a equipe do Monaco durante boa parte do primeiro tempo.

O segundo tempo começou com uma mudança de postura da equipe do Monaco, logo no primeiro minuto, Bernardo Silva aproveitou um erro na saída de bola da Juve e tocou para Falcão na área. O atacante acertou um belo chute no canto, e o goleiro italiano defendeu. Logo após esse lance, Buffon novamente teve trabalho, Lemar lançou na área Mbappé, mas o goleiro saiu muito bem do gol. Aos 8 minutos, a Juve deu a resposta, Marchisio roubou a bola, invadiu a área e saiu cara a cara com o goleiro Subasic, que com o pé fez uma grande defesa. Aos 13, Dybala toca para Daniel Alves, que cruza na medida para Higuain na área. O argentino chuta e amplia para Vecchia Signora, 2x0. O técnico Leonardo Jardim fez duas alterações para tentar melhorar, mas era impressionante como a defesa da Juve se porta e não deixava passar nada. Aos 37 minutos, Falcão Garcia recebeu sozinho na área, mas se enrolou com a bola e a defesa italiana afastou antes do atacante finalizar. O Monaco não conseguia chegar com a bola nos pés, porém, levou muito perigo aos 42 minutos, em uma cobrança de falta João Moutinho, que passou tirando tinta da trave. Aos 44, Buffon salvou novamente, após cruzamento pela direita, Germain mandou de cabeça para o gol.

É Impressionante a força da Juventus nessa edição da Champions League. Fora de casa fez um grande resultado, levando a vantagem de dois gols para Turim. Higuain, autor dos gols de hoje, chegou a cinco na competição nessa temporada. Buffon, a lenda, fez o jogo número 100 na Champions League. E o Daniel Alves, o maior garçom da Juve com três assistências. O argentino e o brasileiro formaram uma grande dupla e brilharam na partida de ida da semifinal.

O jogo da volta acontece na próxima terça-feira, dia 9 de maio. O que vai acontecer não sabemos. Mas, da Vecchia Signora podemos esperar o melhor.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle