Por trás da história: as mudanças e a modernidade no uniforme do Real Madrid

Atualizado: 25 de Jul de 2020

No dia 14 de junho, o uniforme do Real Madrid para a nova temporada foi lançado. O design moderno e os detalhes exclusivos mostram como o manto evoluiu ao longo dos 115 anos de história do clube. Durante todo esse tempo, as camisas foram sendo modificadas de acordo com as inovações que iam surgindo, sempre tendo a cor branca como a principal. Do intervalo de 2000 até hoje, por exemplo, essas mudanças são bastante perceptíveis. O uniforme principal da equipe, que são os tradicionais camisa, calção e meiões brancos, foi o mesmo de 1998 a 2000. O mesmo aconteceu com o segundo uniforme, só que no período de 1999 a 2001. Após esses anos, ambos os uniformes mudaram a cada temporada.

Visualmente, uma das diferenças que se pode perceber no primeiro uniforme é a presença ou não de listras, e a mudança das cores dessas listras, quando existem. Em 2002 (temporadas 2001/02 e 2002/03), por ser o ano de centenário do clube, foi adotada a blusa completamente branca, sem patrocinadores. Porém, um ponto que se deve ressaltar é o incremento das inovações na produção dos mantos, resultado da junção entre o clube e os patrocinadores. A Adidas, por exemplo, parceira do clube espanhol, cria, a cada ano, detalhes mais modernos e que acompanham a revolução pela qual o futebol passa. Em 2016, a marca lançou um manto ecológico, em parceria com a Parley, uma instituição em prol da despoluição dos oceanos. As camisas foram produzidas a partir de restos de plástico, e as estampas eram à base d’água. O número de camisetas a ser comercializadas foi limitado: 7000 peças estiveram à venda.

A cada temporada que passa, mais detalhes são adicionados ao uniforme para dar um toque mais moderno. Para 2014/15, a camisa 3 era preta e foi estilizada pelo designer japonês Yohji Yamamoto. O diferencial desta camiseta era ter um dragão desenhado na parte da frente, numa tentativa de maior aproximação com o mercado asiático. Só que essa não foi a única vez em que o marketing do Real Madrid, juntamente com o do patrocinador, atuaram de forma para tentar conquistar e ampliar o mercado em outras partes do mundo. Por acordo com um banco árabe, em 2014, o time espanhol passou a não contar mais com a tradicional cruz cristã em cima do escudo, quando comercializada no Oriente Médio. A mudança gerou bastante polêmica nos países cristãos, como a própria Espanha. Em janeiro de 2017, por acordo com empresa dos Emirados Árabes Unidos, o escudo foi novamente alterado para atender ao público muçulmano.

Para a temporada de 2017/18, as inovações continuam no uniforme de Los Blancos. A camisa 1 foi desenhada com um design exclusivo e possui linhas pontilhadas de modo transversal que brilham. Já a camisa 2, que será preta com detalhes em verde claro, tem o escudo monocromático. Além disso, o manto possui um selo especial comemorativo dos 115 anos do time no canto direito inferior.

0 comentário

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle