Do Peri para o mundo

Atualizado: Jul 26

Gabriel Fernando de Jesus, São Paulo, 3 de abril de 1997, nascido para brilhar e se tornar um dos maiores atacantes do futebol atual. Com apenas 20 anos, o menino Jesus já carrega o peso de ser o camisa do 9 da seleção e de jogar em um dos maiores clubes do mundo, o Manchester City. Mas antes de se tornar esse craque, houve um longo caminho a ser percorrido.

Criado na comunidade do Jardim Peri, Gabriel começou sua caminhada no futebol no “Pequeninos do Meio Ambiente”. Depois de lá, passou por algumas equipes de sua comunidade, até chegar ao “Atlético Anhanguera”. Foi nesse clube que o atacante se destacou, sendo artilheiro da Copa São Paulo sub-15, com 29 gols. O faro de gol do jovem chamou atenção de vários clubes, mas foi o Palmeiras que conseguiu levá-lo.

No dia 1 de julho de 2013, Jesus assinou seu contrato com o clube alviverde. Depois disso, sua estrela brilhou. Na base do time, o jogador foi artilheiro de várias competições até que, em 2015, foi destaque do time na Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo promovido para a equipe principal.

No elenco profissional, o garoto adotou a camisa número 33, primeiro porque era um dos números disponíveis e depois por ser a idade de Cristo. No Palmeiras, Gabriel Jesus ganhou uma Copa do Brasil (2015), foi artilheiro do clube na Libertadores (2016) e foi campeão brasileiro (2016), sendo mais uma vez artilheiro da equipe.


Na Seleção Brasileira, Gabriel já começou a escrever a sua história. Foi vice-campeão do mundial sub-20, com apenas 17 anos. Aos 19, foi campeão olímpico, título inédito para a seleção canarinho. Hoje, o jovem craque é o camisa 9 absoluto e é uma das esperanças do Brasil para a conquista do hexa em 2018, na Rússia.

Esse ano, depois da brilhante passagem no Palmeiras e de um destaque na seleção, Jesus foi contratado pelo Manchester City para assumir a camisa 33 por lá. Seu início foi avassalador, já chegou dando assistência e fazendo gols, mas uma lesão o tirou dos gramados por mais de 2 meses. Sua volta, assim como sua trajetória, foi triunfal. Atualmente ele é titular absoluto do clube.

Pouca idade, muito futebol e a esperança de um povo em ver um novo camisa 9 para a seleção. Gabriel Jesus é um ídolo em construção, tem tudo para, em breve, despontar entre os melhores jogadores do mundo. Todos estão se rendendo ao talento brasileiro que o menino carrega. Finalizo utilizando o grito da torcida do Palmeiras em homenagem ao jogador: “GLÓRIA, GLÓRIA, ALELUIA.. É O GABRIEL JESUS”.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle