Mina, sua dancinha é da hora!

Atualizado: Jul 26

Venho de uma geração de palmeirenses que não tiveram tantos estrangeiros no clube e que, quando teve, ou era muito pequeno ou não tinha nascido (meu caso). E nos restou saber deles apenas por vídeos, ou memórias da época que nos contam. Como é o caso do paraguaio Francisco Arce, nosso lateral direito na conquista da Libertadores de 1999. Os mais recentes e que fizeram a torcida se apegar, foram Valdívia e Cristaldo (que ficou pouco tempo no clube, mas virou xodó rapidamente).

Hoje, acredito que toda a torcida é mais feliz com o nosso zagueiro colombiano, Yerry Mina. A sua chegada ao clube em 2016 nos trouxe dúvidas, pois até então para muitos era um desconhecido. Logo em sua segunda partida, já marcou gol e ficou apelidado de “rei dos clássicos” por marcar contra todos os rivais do Palmeiras. Virou também o “rei da internet” com seus vídeos no vestiário, e as danças como comemorações de seus gols. Fechou 2016 como um dos jogadores com mais atuações, nossa zaga composta por ele e o Vitor Hugo foram uma das responsáveis do triunfo alviverde no Campeonato Brasileiro do ano passado.

Mina é aquele tipo de zagueiro que quando vê que o ataque não está decidindo, ele vai lá e decide. Aquele que quando a bola não está chegando, ele vai lá e faz chegar. Não se acomoda só na sua verdadeira posição. Ele joga por tudo e corre por tudo. É um jogador que me impressiona. E impressionou também o Barcelona, fazendo com que o clube catalão fechasse contrato com o nosso colombiano para 2018.

Ele continua jogando em alto nível nesse 2017, continua sendo nossa figura essencial na zaga e no ataque, e continuará sendo até sua ida para o Barça. Ida essa que vai fazer com que a gente sinta muita falta. Acredito que ele vá embora e muitos palmeirenses ainda não conseguiram dançar como ele.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle