Dos campos a pele: futebol que inspira

Atualizado: Jul 26

Estudos indicam que a tatuagem surgiu há aproximadamente 3.500 anos atrás, sendo usada entre os membros de tribos e clãs. Ela evoluiu, se expandiu pelo mundo e, em meados de 1960, a tatuagem, feita de forma elétrica, finalmente chegou ao Brasil.

A tatuagem, em sua teoria, serve para que cada um possa registrar na própria pele sua história, com símbolos, datas, imagens, frases, etc, aquilo que marcou/marca sua vida. Não é à toa que inúmeros jogadores de futebol marcaram em sua pele o amor à profissão, mostrando que o futebol vai além das quatro linhas do gramado. Que o sentimento de amor é crescente. E que este merece ser estampado na pele.

Neymar, D’Alessandro, Boateng, Gabriel Jesus, Cristaldo e muitos outros jogadores resolveram tatuar em sua pele momentos que passaram graças ao futebol. Títulos, troféus, campeonatos, nomes pelos quais ficaram conhecidos ou, simplesmente, neste caso amplamente, a própria bola de futebol. Fazendo referência a toda história que fez com que cada um desses jogadores chegasse onde estão.

Mais do que uma tatuagem: uma história, um momento vivido. Um filme que passa na mente de cada um ao olhar para a simples tatuagem, e que é contado em apenas alguns traços.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle