O brilho do BaVi: o espetáculo baiano

Atualizado: 26 de Jul de 2020

Seja na Fonte Nova ou no Barradão, o BaVi faz o estado da Bahia parar para acompanhar seu maior clássico. São 85 anos de rivalidade, uma das maiores e mais disputadas do Brasil. O clássico baiano entre o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória, possui em sua história 481 jogos, com vantagem do Esquadrão de Aço.

É muita tradição e duas torcidas apaixonadas. Para alguns, esse é o maior clássico da região Nordeste devido à toda sua história, tudo que os clubes já decidiram em confrontos diretos e pela importância de ambos no cenário nacional. O primeiro confronto entre as equipes foi realizado no dia 10 de abril de 1932, com um triunfo da equipe tricolor por 3x0 sobre a equipe rubro-negra. Se iniciava ali, o jogo que mais atrai baianos ao estádio.

O tricolor é detentor de mais triunfos, mas não é uma disputa fácil. O Leão também possui números expressivos no clássico. O BaVi é a certeza de um jogo disputado e com torcida enlouquecida na arquibancada. É o famoso jogo raiz, onde ninguém que perder, é uma disputa que mexe com todos os baianos, que esperam ansiosamente para esse clássico estadual.

O ano de 2017 nos abrilhantou com sete jogos entre os clubes, todavia, o brilho do maior jogo do futebol baiano foi retirado. Com seis partidas já disputadas, o clássico está sendo realizado com torcida única, diminuindo a festa na arquibancada e a grandeza desse confronto. A torcida é o que faz essa disputa ser gigante, e com a presença de apenas uma, a provocação, resenha, brincadeiras e comemoração não é a mesma.

A festa do futebol baiano precisa voltar a ser como sempre foi, digna daqueles que anseiam durante todo o ano para acompanhar seu time contra seu maior rival. É preciso que haja o bom senso entre as torcidas, para que assim os torcedores voltem a ocupar o estádio juntos, dividindo os templos esportivos da Bahia e fazendo o espetáculo que sempre orgulhou a todos.

A violência que manchou o clássico no início do ano, não é o que deve nos mover. A Bahia merece seu clássico, os torcedores merecem voltar ao estádio, os jogadores merecem ouvir suas torcidas, não podemos deixar o futebol ser palco de lamentosos episódios que acabam com o direito dos verdadeiros torcedores que vão ao estádio para acompanhar seus times.

O BaVi é festa e alegria, é o povo na rua, é um jogo que começa uma semana antes, com as provocações, as brincadeiras entre os torcedores rivais nas ruas e só acaba uma semana depois, com a ressaca de quem triunfou e que continua cantando a vitória. É um daqueles jogos que, independe de quem triunfar, o povo estará nas ruas, pronto para mostrar o amor que possui, ou pelo tricolor ou pelo Leão.

Que todos os BaVi sejam de comemoração, sejam de torcedores no estádio, de grandes jogos e que esses times continuem fazendo confrontos históricos que orgulhem sua torcida cada vez mais, pois o futebol baiano merece um clássico à sua altura.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle