Na solidariedade, o futebol encontra forças

Atualizado: 26 de Jul de 2020

Para os amantes do futebol, o esporte é como um vício, é o amor da forma mais genuína. Talvez ninguém consiga explicar os motivos que faz com que milhares de pessoas acompanhem de forma religiosa o esporte, assim como não é possível explicar de forma concreta o que é amor. E futebol, para os amantes, é amor puro, envolve alegrias, tristezas e mais uma diversidade de sentimentos, e é impossível listar os motivos para explicar tanto amor. Já dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade no poema As Sem Razões do Amor: “amor foge a dicionários e a regulamentos vários”.

Em alguns momentos, nos deparamos com uma triste realidade do esporte. São nesses momentos que o amor é deixado de lado e dá espaço a brutalidade. Os espaços viram palcos de guerras; é quando a rivalidade ultrapassa todos os limites e os adversários se transformam em inimigos. O escárnio do futebol, e não só do futebol, a violência está presente em todos os lugares da sociedade. Seria improvável que ela não existisse no esporte. O site Chuteira FC noticiou no mês de junho que, nesse ano, 12 pessoas já haviam morrido em decorrência de confrontos de torcidas ou no confronto de torcida com a polícia. No ano passado foram 13 mortes.

Em contrapartida estão os momentos de pura emoção. São quando os atos de amor, solidariedade e compaixão roubam a cena. E é tão bonito o pensamento pelo lado positivo de que não é só futebol, são pessoas que estão envolvidas, gente que sente, se solidariza e consegue compreender que do outro lado não tem inimigo e, sim, um adversário. Em um dos momentos mais tristes e marcantes da história do futebol mundial vimos a rivalidade ser jogada para escanteio. No acidente com o avião da Chapecoense, foi formado uma das mais bonitas redes de apoio que conseguiu quebrar algumas barreiras construídas pela rivalidade acirrada.

De lá para cá, não sei se nós, os amantes, estamos mais sensíveis. Mas já nos emocionamos com alguns gestos de amor e de solidariedade. Com a Giulia, filha do atacante Roger, do Botafogo, que com toda graça, leveza e simplicidade conseguiu nos arrancar lágrimas com a sua história de superação. Depois com o drama do filho do jogador Guerra, do Palmeiras, que recebeu muito apoio de torcidas, times e jogadores. Logo depois, com a triste surpresa do Ederson, jogador do Flamengo, que foi diagnosticado com câncer; e agora, recentemente, fomos solidários com a morte de João Pedro Braga, filho do técnico Abel Braga que, na partida contra o Sport, recebeu apoio da torcida adversária como forma de homenagem.

Em todos os casos houve ampla mobilização de apoio e a sensibilidade para olhar para o outro como um companheiro. Um adversário que por um momento nos emocionou, seja na resistência e graça da Júlia, na força do Assael Guerra, no pensamento positivo para o Éderson ou emanando forças para o Abel. Independente da rivalidade, estamos conseguindo enxergar que do outro lado também existe um ser humano.

As mensagens de forças acalantam não somente aqueles que no momento necessitam dela, acalenta a todos nós, fazendo nos trazer para a realidade de que estamos diante de pessoas. E como é bonito quando há respeito à vida e à luta particular do outro. Se de um lado, lamentavelmente, presenciamos cenas de guerra, do outro temos momentos de acalanto.

Nós, tão acostumados com tantas emoções... Com os gols no fim do segundo tempo, a classificação que não veio, o título conquistado, a falta na frente da grande área, o último lance e todo o time na grande área adversária... Ufa! Estamos aprendendo que se emocionar com o adversário não diminui a rivalidade e, muito menos, o amor que temos pelo nosso clube do coração. Nesse mundo do futebol onde tudo é à flor da pele, espera-se que mais e mais momentos possam ser exemplos de o que estamos todos unidos pelo o amor ao esporte e não guerreando entre si.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Seja nosso parceiro!

E-mail: futebolporelas@hotmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle