Real Madrid conquista a SuperCup da UEFA

Atualizado: Jul 26

A cidade de Skopje, na Macedônia, foi palco de um duelo de dois gigantes do futebol europeu nesta terça-feira. A decisão da SuperCup UEFA contou com o Real Madrid - campeão da Champions League, do técnico Zinedine Zidane - e, do outro lado, o Manchester United - campeão da Europa League, comandado por José Mourinho.

Os dois clubes já haviam se enfrentado na pré-temporada (23), durante um jogo da Champions Cup, que ocorreu nos Estados Unidos e que terminou com um triunfo do time inglês, após uma vergonhosa disputa de pênaltis. Hoje, os dois times entraram em campo com várias mudanças. Os merengues entraram com: Navas, Carvajal, Sergio Ramos, Varane, Marcelo, Modric, Casemiro, Kroos, Isco, Benzema e Bale. A grande surpresa foi Cristiano Ronaldo ter começado no banco de reservas. Os reds iniciaram a partida com: De Gea, Valencia, Lindelöf, Smalling, Darmian, Matic, Herrera, Pogba, Mkhitaran, Lingard e Lukaku.

O primeiro tempo foi movimentado. Os Reds começaram mais ofensivos e com marcação adiantada, tentando neutralizar o time merengue. Durante os dez primeiros minutos, o United conseguiu descer mais vezes ao ataque, mas foi o time espanhol que conseguiu a primeira chance real de gol, em uma cabeçada do brasileiro Casemiro, que acabou acertando a trave. Após o lance, o time merengue conseguiu tomar posse da partida, empurrando o time inglês para o campo defensivo. O Real tinha mais posse de bola e chegava com mais risco, era questão de tempo para o gol sair. Se o primeiro lance perigoso da partida saiu dos pés de Casemiro, o gol também. Após belo cruzamento de Carvajal, o brasileiro apareceu na área livre de marcação e chutou cruzado, marcando o primeiro gol da partida. O lance levantou polêmica a respeito de um possível impedimento do jogador.

O gol fez o time merengue crescer na partida, chegando cada vez mais ao ataque. Aos 30 minutos, o juiz fez uma parada técnica para que os jogadores pudessem se reidratar, devido ao forte calor na cidade. Na volta do jogo, foram os reds que tomaram a frente e começaram a chegar bem, mas tiveram dificuldades para concluir a gol.

O segundo tempo iniciou com o time espanhol no ataque, com um chute forte de Kroos, defendido por De Gea e por uma sequência de lances oferecendo risco ao gol do time inglês. O Manchester tentava chegar ao ataque, mas por várias vezes foi barrado pela forte defesa do Real. Aos 7 minutos da etapa final, Bale tabelou com Isco, que tocou na saída do goleiro, ampliando o placar e aproximando cada vez mais o time espanhol do triunfo.

O United tentou responder o gol de imediato, mas Pogba foi parado por Navas, que fez bela defesa após o cabeceio do jogador francês. Mesmo com domínio do Real Madrid, aos 17 minutos, Matic arriscou de fora da área e Navas espalmou. No rebote, Lukaku mandou para o fundo da rede, dando esperanças aos Reds. Depois do gol, o Manchester cresceu na partida e começou a ameaçar mais, obrigando o goleiro do clube espanhol a fazer boas defesas.

​A entrada de Cristiano Ronaldo só ocorreu aos 37 minutos, com a saída de Benzema, mas o jogador não teve tempo para fazer nenhum grande lance, apesar de se movimentar bem em campo. As duas equipes continuaram atacando até o fim da partida e, depois de sete minutos de acréscimos, o juiz decretou o fim do jogo. O time espanhol que foi superior durante o primeiro tempo e boa parte do segundo conquistou o triunfo e levou para casa o título da SuperCup UEFA.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle