Uruguai empata com Argentina e perde a chance de assumir a vice-liderança

Atualizado: Jul 24


A Celeste recebeu, na noite de hoje (31), a Argentina, uma de suas maiores rivais, para mais uma partida válida pelas Eliminatórias da Copa da Rússia. Apesar da expectativa, as mais de 50 mil pessoas que compareceram ao Estádio Centenário, em Montevidéu, presenciaram um empate sem gols, com poucos momentos de destaque das principais estrelas em campo.

Apesar de jogar em casa, o favoritismo acompanhava a seleção argentina e o comandante Jorge Sampaoli, que, em sua estreia em jogos oficiais, podia contar com força máxima e vinha a campo com Messi, Dybala e Di María. Já o Uruguai contava com Cavani e Suárez, mas o atacante do Barcelona, que era dúvida até sair a escalação, ainda se recupera de lesão no joelho e demonstrou não estar com total condicionamento físico.

Na primeira etapa, o Uruguai, com o zagueiro Godín, chegou a balançar as redes aos 12 minutos, mas o bandeirinha já havia assinalado impedimento. Aos 28, a Argentina também teve chance de abrir o placar, mas Otamendi não alcançou a bola após boa jogada e chute cruzado de Messi. Ambas as equipes ainda teriam outras duas chances antes do intervalo. Após roubada de bola de Cavani, Suárez viu o goleiro Romero adiantado e tentou, do meio do campo, o que seria um belo gol por cobertura, mas a bola passou por cima do travessão. Já a Argentina chegaria, de novo, após outra boa jogada de Messi, que tabelou com Dybala, ganhou dos adversários na corrida, mas parou em Muslera.

A etapa complementar começou dura e, com alguns segundos de bola rolando, Messi recebeu um carrinho condenável de Gonzalez, que foi advertido apenas com cartão amarelo. Mas Messi não se intimidou com a defesa celeste e, aos 12 minutos, participou de um dos lances de maior perigo do segundo tempo, ao cobrar falta próxima à entrada da área, para a bela defesa de Muslera, que impediu que a bola entrasse no ângulo.

Apesar da disposição das duas equipes, os erros de passe comprometeram o bom futebol, o que acabou por destacar a violência das jogadas. Messi chegaria a ter, ainda, a manga de sua camisa de baixo rasgada após sofrer nova falta, já com mais de 30 minutos decorridos. Mesmo com as tentativas do camisa 10, a Argentina não chegou ao gol, e tampouco a seleção celeste. O empate sem gols fez com que as posições e a diferença de um ponto entre as adversárias de hoje na tabela das Eliminatórias não fosse alterada. Uruguai, que perdeu a chance de assumir a vice-liderança, em terceiro, e Argentina em quinto, ainda fora da zona de classificação direta para a Copa.

Na próxima terça-feira (5), a Celeste voa até Paraguai para enfrentar os donos da casa – que vêm embalados após vitória contra o Chile em Santiago – e o time de Messi e companhia volta ao lar e recebe a lanterna Venezuela, buscando vencer a primeira com Sampaoli.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle