You'll never walk alone, a história por trás do hino do Liverpool

Atualizado: Jul 25


A história do hino do Liverpool começou há 50 anos atrás, e se mescla com a cultura musical popular nos anos 60, época em que uma banda da Inglaterra fazia sucesso. Os The Beatles? Também. Foi o produtor musical deles, Geoger Martin, que sugeriu, em 1963, ao grupo Gerry & The Pacemakers a regravar o tema “You’ll never walk alone” que tinha sido composto para o musical “Carousel”, da Brodway, de 1945. Assim foi feito, e a música ficou em primeiro lugar nas paradas de sucesso britânica.

Orgulhosos com o sucesso das duas bandas locais, os torcedores dos reds cantavam alternadamente nas arquibancadas trechos de “She loves” e “You’ll never walk alone”. Então, na final da Copa da Inglaterra, em 1965, contra os Leeds United, o Estádio de Wembley ficou divido com essas canções, e o narrador Kenneth Wolstenholme anunciou durante a transmissão que “You’ll never walk alone” era o hino do Liverpool.

Há ainda uma outra versão que diz que o Gerry Marsden, vocalista e guitarrista da banda na época, encontrou o treinador Bill Shankly e o entregou a gravação da música durante a pré-temporada de 1963, e ele adorou, assim como os jornalistas que acompanhavam a equipe, e foi a mídia que definiu a canção como hino do clube.

Mais do que um hino, a canção se tornou símbolo da resistência às adversidades, foi entoada até pelos rivais locais do Everton no aniversário da tragédia de Hillsborought que ocorreu na semifinal da Copa da Inglaterra de 1989, quando 96 torcedores do Livepool foram mortos por pisoteamento e outros 776 ficaram feridos na maior tragédia do futebol inglês.

A letra que fala de esperança e coragem casou perfeitamente com o futebol, e foi adotada na arquibancada como grito de outras torcidas, Borussia Dortmund é uma delas, e isso também resultou em um momento épico.

Nas quartas de final da Europa League de 2016, em Anfield, torcedores do Liverpool e do Borussia Dortmund formaram uma só voz cantando "You’ll never walk alone”, que significa “Você nunca estará sozinho”.

E enquanto houver pelo menos um torcedor do Liverpool na face da terra e amando incondicionalmente seu time, esse hino ainda viverá. Não porquê se trata de uma bela canção, mas porque representa uma identidade que está por todo canto de Liverpool e, além disso, está na alma do torcedor dos Reds que nunca os deixaram sozinho.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle