O templo do Leão: o Barradão é imbatível

Atualizado: Jul 26

"Domingo eu vou para o Barradão, torcer para o time que sou fã...", quando a torcida do Vitória canta no seu estádio, os rivais se calam e o Leão se torna IMBATÍVEL. Manoel Barradas é temido e contemplado por todos aqueles que o conhece. É por isso que eu contarei um pouco da história desse santuário do futebol brasileiro.

Fundado no dia 13 de maio de 1889, o rubro-negro baiano é um dos clubes mais tradicionais do Nordeste. Até a década de 80 do século passado, o time não possuía estádio próprio e compartilhava os campos de Salvador com os outros times da cidade. Tudo mudou quando o então prefeito da capital, Clériston Andrade, presenteou o clube com um terreno situado no bairro de Canabrava. Iniciava ali a jornada para a construção do templo do Vitória.

Com o terreno, faltava o dinheiro para iniciar as obras. É nesse momento da história que um velho conhecido do time aparece, Manoel Barradas, ex-presidente e conselheiro do Vitória, que na época era deputado estadual, utilizou de sua influencia com o governador do estado, João Durval Carneiro, de quem ele era sogro, para conseguir um empréstimo. Manoel se colocou à frente do projeto para conseguir erguer o estádio. Além do dinheiro concedido pelo governo, bingos e venda de cadeiras cativas foram realizados para conseguir a verba.

Não foi fácil, mas com muita luta e dedicação, o estádio ficou pronto, só faltava o nome. Os conselheiros sugeriram João Durval, mas ele recusou e solicitou que colocassem Manoel Barradas, de maneira que homenageasse seu sogro, que foi um dos que mais batalharam para que pudessem ergue o estádio. Depois de todos os ajustes, nome e todos os detalhes resolvidos, no dia 11 de novembro de 1986, Manoel Pontes Tanajura Filho, diretor do conselho deliberativo do time, deu o ponta pé inicial para Vitória e Santos, partida que marcou a inauguração do Barradão (como é carinhosamente chamado pelos torcedores). O estádio estava lotado, 40 mil pessoas (capacidade reduzida atualmente para 35 mil). A partida terminou 1x1, com primeiro gol marcado por Dino "Furacão", do Santos.

Trinta anos depois, o Barradão já foi palco de inúmeros triunfos e títulos do Vitória. Um dos mais belos estádios da região, a casa dos rubro-negros acima de tudo é um local sagrado, é o lar de milhares de torcedores, é onde o amor pelo Leão acontece da maneira mais plena... Eu fico no aguardo pelos próximos capítulos que serão escritos nesse templo.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle