O amor que ultrapassa o esquecimento do Alzheimer

Atualizado: Jul 26

Na década de 50 desembarcava no país do futebol o Sr Kazuo, marco inicial de uma nova vida e com ela o nascimento do amor pelo Sport Club Corinthians Paulista.

Amor este que influenciou na escolha do time das suas duas próximas gerações, nomeou um de seus filhos em homenagem a um jogador do Corinthians. Como todo torcedor do Timão sempre aguardou ansiosamente para que a construção do Itaquerão se tornasse realidade.

Considerando o enorme porte desta obra e as diversas negociações, muito tempo se passou, e durante este percurso o Alzheimer fez do Sr Kazuo uma de suas vítimas. Dentre tantos esquecimentos como sua própria história, seus filhos e seus netos, duas coisas nunca lhe causaram confusão: o amor pelo Corinthians e a construção da Arena.

Recentemente, mesmo com muitas dificuldades, o ditchan (avô em japonês) conheceu o Itaquerão, viu seu time, sua casa, sua torcida. Vivenciou aquele momento em que não há nacionalidade, idade, razão. Somos apenas corações pulsando acelerados, sofrendo e amando juntos. Nunca é só um jogo.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle