Na altitude, Corinthians empata com o Milionários

Atualizado: Jul 26

O Corinthians estreou na noite de ontem (28) na Libertadores. Buscando o bicampeonato, o timão viajou até a Colômbia para encarar dois adversários: o Milionários, atual campeão colombiano e a altitude de 2.640 metros. A equipe do técnico Fábio Carille entrou em campo com uma novidade, a entrada de Mateus Vital no lugar de Rodriguinho, suspenso devido a expulsão na sul-americana do ano passado.

O primeiro tempo foi morno, sem muitas emoções e com pouco perigo de gol, apesar da intensidade dos colombianos. O time da casa apostou nos cruzamentos na área alvinegra, porém a defesa corinthiana fazia uma linha de impedimento com precisão. A primeira chance efetiva de gol saiu aos 30 minutos, quando Renê Junior fez boa jogada pelo lado esquerdo e tocou para Jadson, o camisa 10 do timão lançou para Romero, que invadiu a área e chutou rasteiro. Mas, o goleiro Fariñes fez a defesa. Aos 37 minutos, Del Valle foi lançado e bateu cruzado, a bola passou em frente o Cássio e saiu pela linha de fundo. Aos 42, Silva cobrou uma falta para a equipe da casa, Los Santos desviou e Cássio afastou. O zagueiro Henrique tentou chutar para frente e acabou se atrapalhando e mandando a bola para trás. Mas, para nossa alegria não houve nada! Amém.

O segundo tempo começou com o Corinthians melhor, apesar da equipe do Milionários continuarem com o ritmo intenso. Logo aos quatro minutos, o timão levou um susto, quando Huérfano recebeu na área livre de marcação, mas isolou a bola. O técnico Carille tentou mudar a equipe, colocando Junior Dutra no lugar de Clayson. Aos 17 minutos, Jadson cobrou escanteio, no bate e rebate a bola sobrou para Henrique, que girou e acertou o travessão. Sheik entrou no jogo, para incendiar. Aos 30 minutos, Jadson fez uma boa jogada e finalizou, a bola desviou no defensor, mas o arbitro não apitou o escanteio. O Corinthians dominou os minutos finais, mas não foi o suficiente para levar uma vitória para casa.

Para uma estreia fora de casa, o empate foi um ótimo resultado. O timão ainda precisa melhorar, pois o esquema do falso 9 não resolveu muito. Afinal, quando o Junior Dutra entrou melhorou muito. Talvez tenha sido o fato de Mateus Vital, que em seu primeiro jogo como titular sentiu muito a altitude e a ausência de Rodriguinho. Sheik entrou e com seu jeito catimbeiro de ser, colocou fogo na partida. Se no primeiro tempo, o Milionários ofereceu perigo ... Na segunda etapa não foi bem assim. O Coringão dominou e não sofreu grandes perigos. Vamos em busca do bicampeonato, vale lembrar que estreamos em 2012 com um empate... Vamos torcer e acreditar, afinal Aqui é Corinthians. O próximo confronto será contra o Deportivo Lara no dia 14 de março, na Arena Corinthians.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle