1961: Peñarol, o bicampeão

Atualizado: Jul 26

No início de 1960 mesmo conquistando a primeira taça da competição, a equipe uruguaia percorreu um curto e intenso caminho até conseguir se estabelecer no cenário sul-americano. O Penãrol não tomou conhecimento dos adversários e entrou na competição em busca do segundo título. Nas quartas de finais, em casa a equipe atropelou o Universitário do Peru, assim só administraram a vantagem no jogo de volta.



Para chegar a segunda final do campeonato, o Penãrol enfrentou duas grandes pedreiras, uma delas o Olímpia adversário da final do ano anterior, e o Palmeiras que na época era regido por Valdir de Moraes, Djalma Santos e Julinho Botelho.


No primeiro jogo no Estádio do Centenário com 70 mil espectadores, o Verdão já estava pronto para comemorar o valioso empate, até que o centroavante aos 44 do segundo tempo abriu o placar para os donos da casa. No dia 11 de Junho a decisão foi no Pacaembu, a equipe do Uruguaia abriu o placar aos dois minutos do primeiro tempo, o Verdão conseguiu empatar aos 32 do segundo tempo, mas não mudaria mais o resultado. Assim um ano após o primeiro título, os uruguaios se tornavam bicampeão sul-americano.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle