1998: Vasco conquista a Libertadores no ano do seu centenário

Atualizado: 26 de Jul de 2020

O início da competição foi complicado para o time da Colina. Os seus três primeiros jogos foram fora de casa e ele não conseguiu vencer, 1 a 0 foi o placar do jogo contra o Grêmio e contra o Chivas -MEX, contra o América, na cidade do México empatou em 1 a 1. O Vasco da Gama tinha um trunfo: São Januário. A equipe venceu o Grêmio por 3 a 0 no seu primeiro jogo em casa, no jogo seguinte derrotou o Chivas por 2 a 0 e empatou com o América/MEX por 1 a 1. O time ficou em 2º lugar do Grupo 2 e avançou para a próxima fase. O Grêmio foi o 1º colocado.

Nas oitavas de final, o Vasco enfrentou o Cruzeiro e venceu em São Januário por 2 a 1. No jogo de volta, segurou um empate em 0 a 0, no Mineirão e avançou de fase. Nas quartas, foi a vez de enfrentar o Grêmio. Fora de casa, empatou por 1 a 1 em Porto Alegre e em São Januário, venceu por 1 a 0.

Na semifinal, o caminho não era fácil, o Vasco enfrentou o River Plate um dos melhores times da competição. O primeiro jogo em casa, o Vasco venceu por 1 a 0. Já fora de casa, contou com o talento de um dos seus grandes craques. O River vencia por 1 a 0. Juninho Pernambucano, que estava no banco entrou no jogo. Aos 37 minutos do 2º tempo cobrou uma falta com perfeição e garantiu o Vasco na final com o empate.

Na grande final, sabendo do poder de jogar em casa, o clube contou com o apoio em massa da sua torcida. São Januário recebeu o maior público da década: mais de 36 mil pagantes viram a vitória por 2 a 0 em cima do Barcelona-EQU . Em Guayaquil, a superioridade cruz-maltina permaneceu e mais uma vitória do Vasco, dessa vez por 2 a 1 e o Vasco conquistou o título mais importante de sua história no ano do seu centenário.

​​O ano de 1998 era um ano importante para o Vasco, o clube completava 100 anos de história. Nesse ano tão importante para o clube, um dos seus símbolos foi uma marca da Libertadores desse ano: São Januário. O time fez da sua casa um caldeirão e o apoio da torcida teve papel decisivo na conquista sul-americana. Outro marco importante da competição para o cruz-maltino foi o gol do Juninho Pernambucano no Monumental, que gerou até música cantada até os dias atuais.

0 comentário

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle