São Paulo joga por milagre na Libertadores

Atualizado: Jul 26

Hoje (13), as 21:30h no estádio do Morumbi, o São Paulo recebe o Talleres mirando a classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores da América. Para isso, o time precisa reverter à derrota por 2 a 0 que ocorreu em Córdoba vencendo o time argentino por três gols de diferença. Pressionado, o Tricolor paulista encara essa partida como uma final antecipada do campeonato

Em jogo mata-a-mata, válido pela fase de pré-Libertadores, o São Paulo enfrenta o Talleres buscando a classificação para a próxima etapa da competição, a de grupos. A fim de concretizar essa meta, o Tricolor paulista precisa vencer o “La T” por uma diferença no placar de, no mínimo, três gols, já que no jogo de ida, na Argentina, foi derrotado por 2 a 0. Caso o São Paulo retribua o mesmo marcador, a vaga será decidida nos pênaltis.

Em Córdoba, durante os primeiros 45 minutos, o time são-paulino pareceu dominar a partida com chances nítidas de abrir o placar e vencer o jogo com tranquilidade. Nenê, Everton e Reinaldo se destacaram. Porém, após o intervalo, a equipe tricolor retornou à campo com uma postura diferente, mais “retrancuda” e displicente, abrindo espaço para o time do capitão Guiñazu jogar. A situação se complicou ainda mais quando Hudson, ao cometer uma falta perigosa, foi expulso de campo. Com isso, o Talleres se engrandeceu e superou o São Paulo com dois golaços de fora da área de Ramízez e Pochettino. Assim, o Tricolor foi exposto a uma situação delicada de possível eliminação precoce do campeonato sul-americano.

Muito pressionado, o time do Morumbi encara o jogo de logo mais como uma final antecipada da competição. As grandes contratações, como as de Pablo, Hernanes e Volpi; mirando justamente o caneco sul-americano, ainda não convenceram a diretoria e suas atuações pouco brilhantes já incomodam a fanática torcida. Além do mais, dependendo do resultado, o futuro de André Jardine também poderá ser decidido. Então, um trabalho convincente na partida desta quarta-feira a noite é exatamente o desafio do treinador e do elenco são-paulino para se manterem vivos na competição e livres de um vexame histórico.

Para piorar a situação, a campanha do Tricolor no Campeonato Paulista não é das melhores. São três derrotas nos últimos quatro jogos (Santos, Guarani, São Bento, Ponte Preta) e apenas um gol marcado contra quatro sofridos. O panorama é um pouco assustador para uma equipe que precisa vencer por um amplo placar num campeonato tão difícil diante de um time que está há 17 anos longe da competição.

Mas como a esperança é a última que morre, vale recordar que em 1993, ano do bicampeonato do São Paulo na Libertadores, o time perdeu para o Newell’s Old Boys no Gigante de Arroyito por 2 a 0, e no jogo de volta, no Morumbi, goleou a equipe argentina por 4 a 0 com gols de Rai, Cafu e Dinho.

O Tricolor paulista se apega nesse histórico de garra, e mesmo desfalcado com as ausências de Hudson e Liziero, promete lutar até o último minuto para seguir vivo em busca da Taça da Libertadores da América. Boa parte dos ingressos já foram vendidos e a torcida são-paulina também promete lotar o estádio do Morumbi para empurrar o clube diante do Talleres, hoje a partir das 21h30.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle