Vasco vence Resende e garante vaga na final da Taça Guanabara

Atualizado: 26 de Jul de 2020

Depois de um desempenho considerado abaixo da média contra o Juazeirense, pela Copa do Brasil, a equipe vascaína faz jus aos 100% de aproveitamento no primeiro turno do Carioca e derrota o Resende por 3 a 0

A noite foi de solidariedade antes do apito inicial. Como esperado, foi prestado 1 minuto de silencio em homenagem aos meninos do Ninho do Urubu, ao jornalista Ricardo Boechat, que faleceu na segunda, 11, e à atriz Bibi Ferreira, que também faleceu nesta quarta, 13. A equipe vascaína homenageou os garotos com a bandeira do Flamengo estampada na frente da camisa. Além disso, também foram homenageadas as pessoas que perderam a vida durante o temporal que assolou a cidade do Rio de Janeiro, na última quinta, 7. O Resende, por sua vez, também prestou homenagem aos garotos flamenguistas, entrando em campo com camisas estampando o rosto dos 10 meninos do Ninho que morreram no incêndio no CT do Rubro Negro, na sexta passada, 8.

O começo da partida por uma das vagas na final da Taça Guanabara foi bem movimentado. A equipe cruzmaltina entrou em campo procurando armar boas jogadas, enquanto o Resende tinha dificuldades na saída de bola. O time do Sul Fluminense teve uma boa oportunidade ao chegar com perigo na área vascaína, mas Arthur Faria não conseguiu uma boa finalização. Aos 10’ surgiu uma boa chance para o Vasco, em uma falta na lateral da área. Já era um aviso sobre o que estava por vir.

O primeiro gol do Vasco veio aos 15’ do primeiro tempo, através de um escanteio cobrado por Danilo, achando o volante Lucas Mineiro na área, que subiu e cabeceou para o gol. 1 a 0 Vasco. O Resende, por sua vez, ainda tinha muita dificuldade em armar boas jogadas. Maxwell, atacante do time do Sul Fluminense e artilheiro da competição até agora, foi solicitado diversas vezes a fim de gerar boas oportunidades para o time. Do outro lado, Werley estava bem atento ao camisa 11, saindo para desarmar possíveis jogadas perigosas. Com sucesso, o zagueiro vascaíno foi aplaudido pela torcida cruzmaltina. Uma boa oportunidade para o Resende veio após a parada técnica, quando a cobrança da lateral deixou a bola pipocando na área vascaína, que afastou sem preocupação.

O segundo gol do Vasco veio as 33’, depois de uma bela jogada iniciada por Lucas Mineiro que tocou para Cárceres, achando Pikachu na área, que subiu para cabecear. O goleiro Ranule, do Resende, chegou perto de defender, mas a bola foi direto para o gol. A arbitragem considerou gol contra de Lucão, zagueiro do Resende. O jogo permaneceu morno depois do 2º gol, com a equipe vascaína ocupando mais tempo no seu campo, enquanto o Resende ainda buscava oportunidades de marcar um gol. Já nos acréscimos, Jeanderson levou cartão amarelo por falta em cima de Cárceres. Fim de 1º tempo.

O segundo tempo da decisão começou com substituição no time do Resende, saindo Davi Ceará e entrando Valdeci, trocando um meia por um atacante. Uma oportunidade do Vasco surgiu aos 4’ do 2T, quando Pikachu chegou na área tocando para Máxi, que não conseguiu chegar no tempo da bola. Aos 6’, a bola sobrou no pé de Valdeci, que deixou a bola subir demais. Segue 2 a 0 Vasco. Aos 17’ do 2T, saiu o 3º gol do Vasco. Em uma jogada atrapalhada, o lateral Jeanderson, do Resende, recuou a bola para o goleiro Ranule, que se enrolou na jogada e deixou livre a oportunidade para Marrony, camisa 38 da equipe vascaína, roubar a bola e chutar para gol. 3 a 0 Vasco.

O outro cartão amarelo do jogo saiu para o camisa 7 do Resende, Vitinho, que não conseguiu dominar direito e acabou acertando com o braço o rosto de Raul. A equipe do Sul Fluminense continuou errando na saída de bola, sem conseguir acertar os passes. Uma boa chance veio através de Valdeci, que encontrou a bola na entrada da área e arriscou, mas sem sustos para o goleiro vascaíno.

A última substituição na equipe do Vasco foi aos 34’ do segundo tempo. Werley deu espaço para a entrada de Lucas Santos. O camisa 34, ao sair de campo, foi muito aplaudido e aclamado pela torcida vascaína. 2T seguiu tranquilo para o Vasco, que não teve dificuldades em administrar bem a partida.

O 4º gol do cruzmaltino quase saiu aos 43’, quando Maxi recebeu na área e finalizou. A bola passou pelas mãos do goleiro Ranule e por muito pouco não entrou. Já nos acréscimos, novamente o camisa 11 vascaíno ficou com a oportunidade de fechar o placar, mas foi impedido pela defesa do time do Sul Fluminense.

Com um público presente de 9.184 e após um jogo tranquilo, o Vasco avança para a final da Taça Guanabara. A próxima decisão ocorrerá hoje, 14, as 20h30, também no Maracanã, onde Flamengo e Fluminense disputam a última vaga pela final do primeiro turno. Vale lembrar que, independente do resultado de Fla-Flu, os torcedores já podem esperar por uma tradição no futebol do Rio: de um lado, o “Clássico dos Gigantes”, quando Vasco e Fluminense se enfrentam e, de outro, o “Clássico dos Milhões”, quando o Cruz-Maltino encara o Rubro Negro. A final do primeiro turno do Campeonato Carioca 2019, que promete um jogo emocionante, ocorrerá no domingo, 17, às 17h, no Estádio Mário Filho.

0 comentário

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle