Son marca, Lloris defende pênalti e Tottenham vence

Atualizado: Jul 25

Com o resultado, o time de Londres pode perder por um gol de diferença, caso balance a rede adversária

O confronto entre Tottenham x Manchester City foi inédito em competições europeias, o 157º entre eles. Com direito a pênalti perdido por Agüero e bela defesa de Lloris no lance, o Tottenham fez a sua parte e venceu em casa. Son Heung Min fez o gol da vitória, aos 33 minutos do 2º tempo. Apesar de a posse de bola ter sido predominante dos Citizens, foram 13 chutes dos Spurs contra 10 do time de Manchester. Pep Guardiola ousou em seu time, deixando De Bruyne e Sané de fora dos titulares, o que interferiu fortemente no resultado.

O Tottenham de Maurício Pochettino veio escalado com: Lloris (Capitão), Trippier, Alderweireld, Vertonghen, Danny Rose, Sissoko, Winks, Eriksen, Dele Alli, Son, Harry Kane. Os jogadores Lamela, Dier e Aurier fora por lesão. Já o Manchester City de Pep Guardiola veio com um elenco ousado: Ederson, Walker, Laporte, Otamendi, Delph, Fernandinho, Gundogan, Silva (Capitão), Mahrez, Sterling, Agüero. As maiores surpresas foram De Bruyne no banco e Bernardo Silva que sentiu desconforto no reconhecimento do gramado nem foi relacionado para a partida - Danilo e Mendy também não estão no elenco da partida.

O árbitro Bjorn Kuipers apitou o início da partida. Logo no primeiro minuto, City já chegou em contra ataque com Sterling e David Silva - impedido - que chutou pra fora. Pep Guardiola organizou seu time de forma que Delph atuasse por dentro com Fernandinho e Gundogan abrisse para dar suporte às estrelas Sterling e Agüero. O lateral Kyle Walker, ex Spurs e agora no City, recebeu várias vaias dos torcedores que o acusam de traição. Aos sete minutos, Dele Alli começa uma jogada de ataque, passa para Sissoko e volta para ele mesmo, chutando em cima do gol.

Aos 10 minutos, o árbitro foi chamado pelo VAR por um lance de toque de mão de Danny Rose e o pênalti para os Citizens é marcado, amarelando o lateral inglês. Aguero, recém recuperado de lesão muscular, é o escolhido para cobrar o pênalti e bate no canto esquerdo do goleiro Lloris, que acertou o lado e fez linda defesa para o êxtase da torcida dos Spurs.

O início da partida foi marcado com predominância de ataque do Manchester City e contra-ataque do time da casa. Além disso, com a novidade de Delph na lateral esquerda ao invés de um improvisado Laporte, deixa algumas brechas na defesa dos Citizens, onde Son facilmente consegue penetrar - após a troca de posições com Eriksen. Aos 23 minutos, finalmente o Tottenham fazia uma bela jogada, que chegou em Harry Kane na pequena área e bateu para o gol, Ederson defende. Aos 27, falta em cima de Dele Alli, um pouco forçada, e Laporte recebe cartão amarelo. Até então, o Manchester City tinha mais posse de bola para organização das jogadas, que saíam mais bem pensadas que as dos Spurs.

Em cobrança de falta aos 30 minutos, Gundogan lança para Otamendi, que cabeceia mas cai nas mãos do goleiro Lloris. Aos 38, Agüero arrisca de longa distância, sem perigo para o goleiro francês. Dessa forma. conclui-se que a defesa do Tottenham está bem mais concisa que a do City. Os minutos finais do primeiro tempo foram no campo do Manchester City, com faltas feitas em Harry Kane e em Son, a última cobrada por Danny Rose bem forte e Ederson defende. Durante a etapa, foram apenas quatro finalizações dos Citizens contra oito dos Spurs, já a posse de bola 57% contra 43%. Final de 1ª Tempo: Tottenham 0 a 0 Manchester City.

A saída do segundo tempo é do Tottenham, que tenta de qualquer maneira vencer a primeira partida de Champions League no Tottenham Hotspur Stadium. O jogo recomeça pegando fogo, com os dois times querendo ter as suas chances de gol e tirar o zero do placar. No primeiro minuto, Gundogan aciona Agüero, que passa para Sterling, o inglês chuta para defesa de Lloris, e na sequência, a zaga londrina afasta o perigo depois do rebote do seu goleiro. No minuto seguinte, Son Heung Min tenta um chute curvado de longe que foi para fora do gol.

Aos 6 minutos, Ederson sai do jogo para evitar um cabeceio de Dele Alli, que choca com Otamendi e fica caído no chão. Depois, Delph dá um pisão em Harry Kane, que cai e sai de campo com o pé esquerdo sem tocar no chão direto para o vestiário. Pochettino chama rapidamente Lucas Moura para compor a organização do time. As lesões de Kane e a de Éderson que ainda continua em jogo, deram uma desacelerada na partida.

Até então, Sterling sendo um dos melhores em campo, o melhor do Manchester City, principalmente após Agüero sumir devido ao pênalti perdido. Aos 15 minutos de jogo, o City já havia aumentado sua posse de bola para 61% contra 39% do Tottenham. Pep Guardiola chamou De Bruyne e Sané, que já deveriam estar em campo, para aquecimento. Aos 25, Gabriel Jesus camisa 33 entrou no lugar do 10 Agüero.


Aos 32, Son se lesiona e recebe atendimento fora do gramado. Logo que volta, já participa de uma jogada importantíssima: Eriksen lança a bola para o coreano, que evita a saída para linha de fundo, batalha, desvia de Delph e bate por debaixo do goleiro Citizen! GOL DO TOTTENHAM! Tottenham 1 a0 Manchester City. Ele domina, evita a saída, limpa Delph e bate cruzado. A bola passa por debaixo de Ederson e entra!

A torcida que já não parava de cantar, agora que não para mesmo! Partida limpa dos Spurs até então. Aos 40, saem Dele Alli com um problema na mão esquerda e Winks para a entrada de Wanyama e Llorente. Aos 44, saem Mahrez e David Silva para a entrada de Sané e Kevin de Bruyne. O juiz dá 6 minutos de acréscimo. No finalzinho, Sané é derrubado no lado esquerdo de ataque do City e De Bruyne é quem cobra a falta: cruza, Lloris dá o rebote e Fernandinho chuta por cima. Fim de jogo. Tottenham 1 a 0 Manchester City.

O jogo de volta acontecerá na próxima quarta-feira no Etihad Stadium, em Manchester. Mas, antes disso, os dois times têm compromissos pela Premier League - o Tottenham enfrenta o já rebaixado Huddersfield Town em casa, enquanto o Manchester City enfrenta o Crystal Palace no Selhurst Park.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle