Vitória do Barcelona em Old Trafford

Atualizado: Jul 25

Pelas quartas de finais da Champions League o Barcelona foi até o Old Trafford para enfrentar o Manchester United. Os dois gigantes europeus chegaram com fome e com vontade de reconquistar a orelhuda.

Como já era de se esperar a posse de bola começou com o Barcelona, enquanto o Manchester marcava bem e esperava os melhores momentos para contra-atacar. Porém não demorou muito para que o Barcelona conseguisse furar a retranca. Aos 11 minutos, em jogada de Messi, Suaréz cabeceou a bola em direção ao gol e abriu o placar. Manchester United 0x1 Barcelona. Suaréz não marca um gol na Champions desde 2015, comemorou muito, porém oficialmente continua a viver sua seca já que para a UEFA o gol foi contra e de Luke Shaw.

Detalhe que no momento do gol o auxiliar anulou a jogada acusando impedimento, em poucos segundos o VAR reviu e, com justiça, validou o gol.

O Manchester passou a pressionar mais a saída de bola do Barcelona e começou aos poucos a ameaçar o gol de Ter Stegen. Aos 29 minutos a torcida e o time chegaram a pedir um pênalti para o juiz, mas claramente não aconteceu uma ação faltosa de Piqué.

Apesar do domínio do Manchester, aos 35 minutos foi o goleiro De Gea que teve que brilhar e impedir o gol do Barcelona em excelente jogada de contra-ataque com finalização de Coutinho.

O time da casa fechou o primeiro tempo jogando melhor, mas sem uma grande chance de gol, enquanto o Barcelona conseguiu segurar a vantagem conquistada no início do jogo, mesmo tendo diminuído muito o ritmo no decorrer da primeira etapa.

No segundou tempo o Manchester já iniciou em alta intensidade e pressionando bastante a saída de bola do time espanhol. Mesmo sem criar chances o United claramente passou a dominar o jogo, mas o time inglês sentia a falta de um armador em campo capaz de criar uma jogada mais interessante pelo chão, sem esse jogador abusava muito dos cruzamentos e por isso não conseguia finalizar ao gol.

No decorrer do segundo tempo o jogo voltou a ficar mais na mão do Barcelona e aos 63 minutos Suaréz perdeu uma boa oportunidade criada por Semedo. Aos 65 o Barcelona tirou Coutinho e Arthur para colocar Vidal e Sergi Roberto. As mudanças refletiram positivamente no time que passou a jogar melhor do que o United. Lingard e Martial entraram pelo Manchester, mas não surtiram o mesmo efeito. Principalmente pela saída de Lukaku, que estava claramente muito bem em campo. Dessa forma a posse de bola e o domínio do jogo voltou aos pés do Barcelona.

Aos 82 mais uma grande chance do Barcelona. Pogba fez falta na entrada da área e Messi cobrou com desvio da barreira que quase enganou o goleiro De Gea. Logo em seguida foi a vez do Piqué salva o Barcelona em oportunidade do Martial pelo United.

Os minutos finais do tempo regulamentar foram de total pressão do Manchester United que precisava muito marcar um gol para pelo menos melhorar um pouco sua situação para a volta. O Barcelona, nos momentos em que teve a posse de bola, fez de tudo para que o tempo passasse para garantir sua primeira vitória em Old Trafford e a vantagem, mesmo que miníma, para a volta.

Nos acréscimos a posse ficou por 2 minutos com o time espanhol, sem que o United conseguisse pegar na bola. Quando conseguiu retoma-la o Manchester teve uma última oportunidade, mas não conseguiu ser efetivo. Fim de jogo. Com gol contra de Luke Shaw o Barcelona leva para a casa a vantagem de qualquer empate e o Manchester vai brigar mais um vez por um milagre.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle