Será que Abel dará as chances necessárias a Arrascaeta?

Atualizado: Jul 25

Em janeiro deste ano, o Flamengo realizou a contratação mais cara da história: cerca de R$80 milhões para conseguir Arrascaeta. A torcida, que estava ansiosa por esse momento, porque outros times estavam na disputa, ficou feliz, já que enxergaram no jogador a possibilidade do time carioca sair do famoso cheirinho.

Essa expectativa toda por conhecer a trajetória do uruguaio no Cruzeiro. Considerado decisivo em suas jogadas, por dar passes verticais e rápidos e também alguém de respeito, já que na Copa do Brasil de 2018 ele entrou em campo depois de viajar horas de avião por estar com a seleção uruguaia.

Só que, mesmo com todo esse cenário, Arrascaeta não teve chance de mostrar todo seu futebol e para que foi alvo de tanto investimento do time. Abel, atual técnico do rubro-negro carioca, continuou deixando o jogador no banco, mesmo com possibilidades de encaixe no time e sabendo a qualidade e técnica que o uruguaio possui.

No penúltimo jogo da Libertadores, contra o Peñarol, por exemplo, o jogador passou os 90 minutos no banco. O time carioca perdeu de 1 a 0, passando a ocupar o segundo lugar da primeira fase da competição. A torcida podia esperar pela entrada do meia, principalmente por saber de sua capacidade decisiva. Porém, quando houve a chance de troca, o técnico colocou Vitinho em campo. O que rendeu muitos comentários sobre as escolhas de Abel.

Na semifinal do carioca contra o Fluminense, o jogador já teve a possibilidade de entrar em campo. Entrou aos 18 minutos do segundo tempo no lugar de Diego. Aos 22 minutos, o uruguaio bateu de primeira, sem desperdiçar a chance dada por Pará, mas a finalização foi bloqueada. Em outros momentos Arrascaeta também teve possibilidades, mas foi travado. Mas isso mostra o poder de decisão e de ir para jogo que ele possui.

No último jogo do time e pela Libertadores, 11, Arrascaeta começou em campo, depois do técnico ficar em dúvida entre ele e Vitinho para o lugar de Gabigol, suspenso da partida. No primeiro minuto da partida, o jogador uruguaio já foi para cima do adversário, San José, mas o goleiro pegou seu chute a gol. Após diversas outras tentativas de finalização, ele conseguiu marcar um gol aos 11 minutos do segundo tempo. O jogador deu ao Flamengo, durante a partida, objetividade, lucidez e talento, sendo eleito o melhor em campo pela Conmebol.

Diante dos cenários dos dois últimos jogos, é possível perceber porque a torcida flamenguista se questiona e embravece quando o meia não é escalado ou não entra em campo. Será que após essas jogadas Abel começará a dar chances para Arrascaeta? Será que o jogador começará a ser escalado?

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle