Alex Ferguson: o mítico técnico do Manchester United

Atualizado: Jul 25

O dia 8 de maio de 2013 ficará marcado na história futebolística como a despedida de um dos maiores técnicos de todos os tempos: Alex Ferguson

Alexander Chapman Ferguson nasceu em 31 de dezembro de 1941 em Glasgow (Escócia, Reino Unido) e é um ex-jogador e ex-treinador escocês. É considerado o maior técnico de todos os tempos. Alex levou o Manchester United ao topo, ele não foi somente um técnico de futebol, foi muito mais que isso. Foi um motivador, um inspirador, um homem que viveu o futebol. Tirou o United da sombra de Liverpool, Arsenal, Tottenham e o transformou em um dos maiores times do mundo conquistando incríveis 38 títulos, sendo 13 do campeonato inglês, isolando o clube em primeiro no ranking de maiores campeões. Alex entrou para a imortalidade do futebol com seus 39 anos de carreira e 49 títulos.

Iniciou sua carreira no Queen’s Park fazendo sua estreia com 16 anos como atacante e descrevendo-a depois como um “pesadelo”, mesmo tendo marcado um gol na vitória por 2 a 1 contra o Stranraer. Por Queen’s Park ser considerado uma equipe amadora, Ferguson também trabalhou como aprendiz de ferramenteiro. Na temporada 1962/63 conquistou o título nacional da segunda divisão defendendo o St. Johnstone. Passou pelo Rangers, clube pelo qual torcia desde sua infância e quando se transferiu para o Falkirk conquistou novamente a segunda divisão do futebol escocês.

Já como treinador, sua carreira foi ainda melhor. Em junho de 1974, com 32 anos de idade, Ferguson comandou o East Stirlingshire, mas por pouco tempo. No seu currículo também tem uma passagem curta pelo St. Mirren, onde conquistou o título que dava acesso à elite do futebol escocês. Todavia, foi apenas no Aberdeen que Ferguson mostrou seu talento como técnico conquistando sete títulos nacionais, a Recopa e a Supercopa Europeia.

Com tamanho sucesso, chamou a atenção de Tottenham e Arsenal, mas tiveram suas propostas recusadas. Em novembro de 1986, Ron Atkinson, até então treinador do Manchester United, foi demitido e Ferguson assumiu o clube inglês. Em 1990 conquistou seu primeiro título da Copa Inglaterra. Em 1993 conquistou o primeiro campeonato inglês, ele ainda ganhou mais onze vezes a Premier League.

Em 1999 veio o maior titulo da carreira do treinador quando conquistou a Liga dos Campeões da Europa contra o Bayern de Munique e nesse mesmo ano bateu o Palmeiras no Mundial de Clubes. Tornou-se o primeiro treinador a ser tricampeão nacional em 1998/1999 1999/2000 2000/2001. Em 2008 conquistou o bicampeonato da Champions League contra o rival Chelsea. No mesmo ano conquistou um título inglês e a Supercopa. Alex Ferguson foi eleito o melhor treinador de todos os tempos pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol. Em maio de 2011, chegou a mais uma decisão da Champions contra o fantástico Barcelona de Messi, Xavi e Iniesta, onde o clube catalão levou a melhor.

Foram 26 anos no comando do Manchester e com tantos títulos no currículo é difícil imaginar como foi difícil para chegar onde chegou. A questão é que Ferguson sempre gostou de apostar nos jovens talentos, no novo e para muitos isso era um risco que não podia ser corrido. Entretanto, Ferguson não se deixou levar e teve no time nomes como os irmãos Phil e Gary Neville, Ryan Giggs, David Beckham e até o próprio Cristiano Ronaldo. Em seu livro Liderança escrito em parceira com Michael Moritz ele conta um pouco sobre isso: “Os jovens sempre conseguem o impos­sível — seja em um campo de futebol, seja em uma empresa, seja em qualquer outra grande organização”. Para ele, os jovens são capazes de injetar uma vitalidade fantástica em um time de futebol, por esse motivo era muito melhor e mais fácil alcançar altos níveis quando se preparava as jovens promessas e os ajudava em todo seu desenvolvimento e caminhos futuros, mesmo sendo trabalhoso.

Em maio de 2013 anunciou sua aposentadoria, para ele no ‘momento certo’, mas com certeza deixou saudade para muitos. Ferguson foi responsável pela incrível transformação do Manchester em todos os quesitos imagináveis: visibilidade, história, contratações, categorias de base, financeiro. Enfim, Ferguson foi um notável treinador para a história do futebol e do clube inglês. Um exemplo para muitos sobre longevidade, dedicação, disciplina, administração. Como ele mesmo diz: “o mais importante não é fazer um time de futebol, mas sim um clube de futebol”. Que a sorte a dos Red Devils e também de todos os amantes do futebol que ele conseguiu!

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle