Atlético de Madrid é tricampeão do Campeonato Espanhol de futebol feminino


Após brilhante campanha na Liga Iberdrola, no último domingo (05),

o time feminino do Atlético de Madri consolidou o favoritismo

e conquistou o tricampeonato na competição espanhola

O Atlético de Madrid precisava somar apenas um ponto no Campeonato Espanhol de Futebol Feminino para levantar o caneco da disputa nacional, ou seja, um simples empate diante do Real Sociedad daria o título às meninas de Madrid. Porém, a equipe Rojiblanca fez além da lição de casa; venceu por 3 a 1 o adversário, somou mais três pontos e consolidou-se tricampeão da Primeira Divisão Espanhola Feminina de Futebol com o devido glamour.

O time de Sánchez Vera não teve dificuldades para vencer a equipe do La Real, que se mostrou muito tímida e assustada durante os noventa minutos. Em campo estava uma representante do Brasil, Ludmila pelo lado do Atlético de Madrid, e foi dela, inclusive, que saiu o passe para o primeiro gol do time Rojiblanco. A jogadora da seleção brasileira, logo aos 14 minutos do primeiro tempo, cruzou a bola com categoria para Esther González, que abriu o marcador. E a atleta, em dia inspirado, acertou as redes mais duas vezes, nos acréscimos da primeira etapa e logo no início do segundo tempo.

Reconhecendo a dificuldade de reverter esse placar elástico, o Real Sociedad parou de pressionar a equipe comandada pela capitã Amanda Sampedro. E assim o troféu ficou ainda mais perto de Madrid. Com o apito final e a confirmação do título, a festa tomou conta do gramado e arquibancadas; e contagiou jogadoras, comissão técnica e torcida.

Assim como equipe feminina madrilenha controlou a partida da final, o grupo também dominou todo o campeonato nacional, apresentando uma campanha digna de um time campeão. Foram 84 pontos somados e somente duas derrotas sofridas em 30 jogos. A taça, então, só coorou essa sequência vitoriosa, que se deu com muita entrega, dedicação e esforço por parte das jogadoras e comissão técnica.

Já o clube, paralelamente, investiu para que o sonho do tricampeonato se tornasse realidade. O modelo de gestão, o aporte na profissionalização e a busca por desenvolvimento da modalidade atraíram jogadoras de renome, como a meia-campista Aurelie Kaci, multi campeã pelo Olympique de Lyon. Ela, que nessa temporada, foi peça fundamental na conquista da taça espanhola.

Além desse progresso, a cultura do futebol na Espanha também seduz outras atletas. O reconhecimento da categoria e os estádios cheios motivam as jogadoras a atuarem no país. Vale lembrar que no final de março, em partida válida pela Liga Iberdrola, um o recorde mundial de público em uma partida entre clubes de futebol feminino foi registrado. Mais de 60 mil espectadores acompanharam Atlético de Madrid e Barcelona, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri.

E esse apoio deve se manter e fortalecer, principalmente agora que o time feminino Rojiblanco conquistou a Espanha pela terceira vez consecutiva e tem propriedade do troféu. Feito que apenas Athletic Club, Rayo Vallecano e Barcelona haviam conseguido.

#FutebolFeminino #AtléticodeMadrid #CampeonatoEspanholdeFutebolFeminino #RealSociedad #OlympiquedeLyon #AthleticClub

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle