Carta de uma torcedora: não ao assédio nos estádios

Atualizado: Jul 24


Esse não é um texto comum, não, esse texto é de revolta, de quem não aguenta mais ler notícias de assédio contra mulheres que estão exercendo seu direito de frequentarem o estádio. Às vezes eu me pergunto, qual razão de falarmos tanto que o futebol é de todos, se ainda há homens que não compreendem que aquele TAMBÉM é o espaço das mulheres e que não podem assedia-las, que não podem usá-las como parte do estádio para servi-los. Acordem, não podemos aceitar e normalizar isso, não podemos tapar nossos olhos diabetes desses lamentáveis casos.

Uma mulher pode ir com qualquer roupa para arquibancada, ela pode ir sozinha, ela pode xingar, cantar e fazer tudo que os homens fazem, nada justifica as atitudes machistas de homens que acreditam que essas torcedoras estão ali para embelezar o estádio. Não dá mais para termos medo de frequentar os santuários do futebol, não é possível que em pleno no século XXI vamos viver no medo de nossa roupa ou o espaço que estamos definir o que farão conosco, não somos objetos e muito menos pertencemos a ninguém, não queiram nos prender nos erros passados.

Não vamos sair dos estádios, não vamos deixar casos de assédio de lado, vamos frequentar sim, vamos continuar nesse espaço democrático, vamos continuar usando nossos shortinhos, vamos continuar cantando e fazendo aquilo que é nosso direito, não vamos recuar nenhum passo diante desses homens que não conseguem entender o espírito de união e respeito que as torcidas (deveriam) pregar diariamente. Vamos está ainda mais fortes a cada caso desse tipo, pois não estamos sozinhas e não vamos sucumbir diante de NADA.

Eu e milhares de mulheres amamos o futebol, todas nós gostamos de ir ao estádio, todas nós somos devotas aos nossos clubes, respeitem nosso amor, respeitem as mulheres, não ajam como homens do século XIX, não sejam ridículos, não somos motivo de piadinhas ou um produto para ser tocado, merecemos ao mínimo a distância de quem age dessa maneira. Somos resistência, não vamos parar, o estádio é nosso, o estádio é de todos.

Domingo passado na Fonte Nova foi denunciado casos de assédio contra as meninas da torcida Tricoloucas, eu estou aqui hoje em nome do Futebol por Elas para dizer: meninas vocês não estão sozinhas, denunciem, não deixem que esse caso abale o trabalho de vocês nas bancadas, não esqueçam que esses seres não representam a entidade Esporte Clube Bahia, sintam-se abraçadas e tenham certeza que luta de vocês pelo espaço no estádio também é nossa luta, estamos juntas e caminharemos juntas até o dia que mais nenhuma mulher tenha que denunciar esse tipo de acontecimento.

#Assédio #Futebol #FonteNova #Tricoloucas #EsporteClubeBahia

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle