Lucas classifica o Tottenham para final da Champions League

Atualizado: 25 de Jul de 2020

Antes de tudo: Champions League, obrigada por existir!

Dia 08 de maio de 2019 e o Ajax e Tottenham nos proporcionaram mais um daqueles momentos que agradecemos a existência do futebol. Essa definitivamente é a Champions League dos jogos inacreditáveis. Se o Ajax era o time mais especial dessa Champions o Tottenham se tornou a história mais absurda dessa temporada e está classificado para jogar a final de Madrid. Como um herói absolutamente improvável o brasileiro Lucas Moura fez Pochettino chorar e jogou todo o favoritismo holandês para longe ao marcar um hattrick e classificar o time inglês.

Vamos do início para que todos tenham a dimensão do que foi esse jogo. O jogo começou com uma péssima notícia para o time holandês. David Neres foi cortado minutos antes do início por causa de uma lesão. Do lado inglês Pochettino também não contava com alguns de seus craques, mas pelo menos tinha de volta o camisa 7, Son.

O primeiro tempo começou perfeito para o time da casa. Depois de uma incrível defesa de Lloris o zagueiro De Ligt, capitão mais jovem e mais maduro que o mundo já viu, abriu o placar e aumentou a vantagem do Ajax. No decorrer do primeiros 45 minutos o time do Tottenham criou suas oportunidades e jogou bem, mas não conseguiu empatar a partida.

A maior dificuldade em enfrentar o Ajax se dá na organização tática absoluta do time. Defende bem quando preciso, ataca bem quando está em desvantagem e quando está confortável no placar contra-ataca melhor ainda e foi exatamente num contra-ataque de manual que o time holandês marcou de novo, dessa vez com Ziyech numa jogada maravilhosa. O time de Londres nesse momento precisava de três gols, ou seja, um milagre.

O segundo tempo começou com pressão do Tottenham e o time do Ajax controlando e contra-atacando sempre que possível. Aos 53 minutos o goleiro Onana fez um defesa absurda na melhor oportunidade do Tottenham, até o momento, com um chute de Dele Alli. Mas foi então logo em seguida que Lucas, em uma jogada de muita garra e velocidade, marcou o primeiro gol inglês dessa semifinal. O Tottenham ainda precisava de dois gols, mas ganhava um respiro no jogo. Depois de três minutos o brasileiro apareceu de novo. Após uma defesa milagrosa, Onana se atrapalhou, Lucas pegou a bola, ajeitou e finalizou para o fundo das redes holandesas. Quanta personalidade do brasileiro que provavelmente não seria titular se Kane não estivesse machucado. O Tottenham precisava no momento de um gol e tinha meia hora pra isso.

O time holandês viveu então os seus piores minutos nessa edição da Champions. Tudo de impecavél que existia no time desapareceu. O time parecia pela primeira vez perdido e totalmente envolvido pelo adversário e viu o Tottenham continuar a criar chances e perder boas oportunidades.

Aos poucos o time da casa voltou a se encontrar e o jogo ficou mais lá e cá. A velocidade do jogo se tornou completamente insana com o Ajax perdendo oportunidades de retomar a vantagem de dois gols e o Tottenham perdendo oportunidades de marcar para garantir a vaga. Ziyech chegou a colocar uma bola na trave quase aos 80 minutos que a fez a torcida inteira de Londres prender a respiração. Como ele gostaria de ter marcado esse gol.

Os 10 minutos finais foram de completa pressão do Tottenham que tentavam furar a defesa e as vaias holandesas. Aos 86 Onana fez uma defesa milagrosa e depois contou com a ajuda de seu defensor que salvou a bola quase em cima da linha. O Ajax também desperdiçou um contra-ataque excelente nos 90 minutos. A prorrogação foi de desespero do Tottenham tentando chegar ao terceiro gol, com direito até a Lloris no ataque em uma chance de escanteio. Mas não seria dele o gol decisivo.

Quando tudo parecia definido para o time holandês foi então que o brasileiro mostrou que tinha mais do que estrela e que era capaz sim de decidir uma semifinal de Champions League na casa do rival. No último minuto da prorrogação Lucas apareceu para definir e chutou perfeitamente, entre dois defensores holandeses, no canto do goleiro Onana, gol do Tottenham o terceiro em menos de 40 minutos, gol da classificação, gol do passaporte carimbado para Madrid, gol de Lucas Moura.

É uma pena que o Ajax não esteja classificado para final, mas que maravilhoso ver um time como esse do Tottenham, com toda as qualidades de seu técnico, que foi capaz de reverter tantos desfalques e mudar o time no segundo tempo, e com todo o talento e garra de seus jogadores chegarem a uma final inacreditável de Champions League.

Dia 01 de junho Liverpool e Tottenham se enfrentam e um dos times ingleses levará para sua torcida a maior taça da Europa. É impossível prever um favorito, só sabemos que será um grande jogo.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle