Google e Museu do Futebol trazem capítulos desconhecidos do futebol feminino


Aos poucos o futebol feminino vem ganhando espaço. Este que era pouco falado e conhecido, atualmente, está ganhando voz. Esses reflexos negativos que a categoria enfrenta há 40 anos com luta por espaço e visibilidade é fruto da proibição em 1941, na Era Vargas, quando foi criada a lei 3.199, e no Art. 54. que dizia: "Às mulheres não se permitirá a prática de desportos incompatíveis com as condições de sua natureza, devendo, para este efeito, o Conselho Nacional de Desportos baixar as necessárias instruções às entidades desportivas do país”.

O decreto é um dos motivos e reflexos da falta de conhecimento da população sobre o futebol feminino, e a cultura masculina do esporte. Mas as mulheres começaram a mudar este cenário em 1983, quando conquistaram a regulamentação do futebol feminino e desse capitulo em diante a história foi mudando. Apesar das conquistas nos últimos anos, 2019 está sendo um marco para as mulheres, pois, além do Mundial na França, recorde de público, transmissões na TV aberta, campanhas de apoio, teremos duas grandes exposições, sendo uma no Museu do Futebol e outra na maior plataforma de buscas, o Google.


O Museu do Futebol, localizado no Estádio Paulo Machado de Carvalho, conhecido como Pacaembu, é um espaço no qual a história do esporte mais popular do Brasil é encontrada de todas as formas, e o futebol feminino não fica de fora. Com isso, do dia 28 de maio até 20 de outubro, de terça a domingo, das 9h às 18h, o público poderá conferir a exposição “Contra-Ataque! As Mulheres do Futebol”, com histórias inéditas, fotos raras, vídeos e objetos. Muito conhecimento para poder debater depois na mesa do bar com as amigas e amigos. E o desconhecido virar conhecido.

Além dessa iniciativa do Museu do Futebol, com patrocínio do Itaú e apoio da The Led. O Google, um dos maiores sites de buscas do país, lançou nesta sexta-feira (24), uma plataforma para contar a história do futebol feminino, o sistema será chamado de “Museu do Impedimento”, e qualquer pessoa poderá enviar até 23 de junho, informações em texto, áudio, vídeo ou imagem para contribuir com o acervo. E a partir do dia 24, o material vai entrar na galeria do Google Artes & Culture, com uma exposição virtual. O material enviado passará por uma curadoria do Museu do Futebol.

O desconhecimento da sociedade sobre o futebol feminino são reflexos das proibições e barreiras enfrentadas. Com essas mudanças ao decorrer dos anos, o público está começando a consumir informação sobre o tema, e a iniciativa das duas exposições é levar ainda mais conhecimento sobre a categoria e as décadas de resistência.

#EraVargas #MuseudoFutebol #Google #Futebolfeminino #Pacaembu #MuseudoImpedimento

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle