Com casa cheia e goleada, França estreia na Copa do Mundo

Atualizado: Jul 24

A bola finalmente está rolando para a Copa do Mundo de Futebol Feminino, e antes de tudo vale ressaltar o quão importante e emocionante foi assistir a estreia dessa competição com estádio lotado, e torcida vibrando para assistir as maiores craques da atualidade. Pela primeira vez, a maior competição do futebol feminino tem tamanha visibilidade e importância dada pela mídia e torcida - foi um dia marcante para a história do futebol.


A França conquistou um vitória expressiva na estreia, e não tomou conhecimento da seleção coreana. Com atuação de gala no primeiro tempo, e um segundo tempo sem sustos, as francesas venceram por 4 a 0 e confirmaram seu lugar entre as favoritas para erguer a taça.


Com apoio da torcida, a equipe francesa começou o jogo buscando o ataque e jogando em cima da fraqueza defensiva coreana. Depois de muita pressão, Le Sommer perdeu a primeira grande oportunidade, aos 7 minutos, quando viu sua finalização parar na goleira sul coreana. Mas logo em seguida, foi a mesma camisa 9 que recebeu livre na área, após ótima jogada pela lateral, e mandou para dentro do gol. Aos 10 minutos a seleção da casa abriu o placar com um golaço. França 1 a 0 Coreia.


Mesmo após o gol, o domínio do jogo era toda da seleção francesa que mostrava muita desenvoltura no ataque. A Coreia não conseguia criar oportunidades e tamanha era a dificuldade técnica que, diante da superioridade francesa, elas preferiam segurar o jogo. Demoravam nas reposições de bola, mesmo perdendo a partida, para ver se o ritmo e a velocidade do jogo diminuía.


Aos 26 minutos, em jogada de escanteio, a França conseguiu colocar a bola dentro do gol em bela jogada entre as zagueiras. Renard tocou de cabeça e Mbock Bathy completou com belo voleio - porém o VAR, na sua primeira aparição nessa Copa, anulou o gol pelo impedimento milimétrico da jogadora francesa.


A França continuou com sua intensidade ofensiva e não demorou muito para chegar ao segundo gol. Em mais uma jogada área Renard, com seu 1.87 de altura, subiu mais do que todas, se antecipou a marcação e cabeceou para dentro do gol. Gol validado, França 2 a 0 Coreia. No decorrer do primeiro tempo o jogo seguiu igual. Era impressionante a soberania francesa em campo. No último lance mais um escanteio para a seleção da casa e Renard subiu de novo mais alto que a zaga coreana e fez o terceiro gol francês e o segundo dela. Com festa da torcida a juíza apitou e encerrou a primeira etapa sem que a Coreia desse sequer um chute no gol.


No segundo tempo a Coreia do Sul mudou sua postura e tentou pressionar mais a saída de bola francesa. A equipe da casa passou a atacar menos, mas continuou a não sofrer defensivamente.


O jogo não teve a mesma intensidade da primeira etapa. A Coreia até conseguiu se organizar melhor defensivamente, mas no ataque não foi capaz de levar grande perigo. A França diminuiu o ritmo e apenas o controlou o jogo que estava todo a seu favor. Aos 84 minutos que Henry tirou um pouco da monotonia do segundo tempo ao marcar um lindo gol. De fora da área a capitã francesa acertou um chute colocado no canto e impossível para goleira. França 4 a 0 Coreia do Sul.


Ao som do apito final a goleada da equipe da casa foi comemorada pela torcida que fez parte do espetáculo. Um jogo excelente das francesas que mostraram a qualidade e o entrosamento do seu time. Já para as coreanas fica a preocupação se conseguirão pelo menos avançar para as oitavas de final.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle