O que entra em campo na Copa do Mundo de Futebol Feminino


Em se tratando de Copa do Mundo, a espera é sempre a mesma – 4 anos para assistir aquele show de bola nos estádios – mas será que isso também se aplica para o Mundial Feminino?

Numa passagem rápida em comentários relacionados ao primeiro jogo da nossa seleção, fica claro que a resposta é não. São poucos os que valorizam o real significado da igualdade nesse esporte que, durante muito tempo, era propriedade única e exclusiva dos homens.

A gente tem que brigar pela importância da mulherada nos campos pra poder explicar que um álbum de figurinhas é item colecionável, e não seria mais interessante se as atletas estivessem de biquíni. Atualmente só uma pessoa foi considerada 6 vezes a melhor do mundo no futebol, e ela é mulher e brasileira. Marta é embaixadora da ONU mulher, levantando bandeiras fundamentais para que as mulheres sejam livres – nos campos e fora deles –, demonstrando com o próprio trabalho o quanto o esporte é importante para nós, levando uma carreira limpa, longe de qualquer escândalo, e brilhando ao fazer o que sabe: jogar futebol.

O cenário do futebol feminino é cercado de preconceitos, machismo, intolerância e desigualdade. A campeã do mundo de 2019 levará U$4 milhões, enquanto no ultimo ano a seleção francesa levou para a casa U$38 milhões, alem das outras diferenças milionárias que envolvem os custos das preparações e do próprio torneio. Uma das melhores jogadoras do mundo, a norueguesa Ada Hegerberg, está fora do Mundial por estar disputando com a federação do seu país a igualdade no investimento e tratamento do futebol feminino. E o Brasil, intitulado o ‘país do futebol’, até 40 anos atrás ainda proibia por decreto o futebol feminino.

Quando uma mulher entra em campo, seja ela para jogar, arbitrar, torcer ou preparar um time de futebol, entra em campo muito mais que um esporte. É o contra-ataque mais lindo ao preconceito, é a defesa do livre arbítrio, o entrosamento de um gênero tão massacrado por anos. Ver o futebol feminino fazendo história é um gol de liberdade.

#CopadoMundodeFutebolFeminino

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle