Precisamos falar da melhor jogadora do mundo

Atualizado: Jan 17

No dia 23 de setembro será entregue o prêmio de melhor jogador do mundo, ou "The Best" da Fifa, e os olhos de todos ficam voltados para a disputa entre Messi, Cristiano Ronaldo e Virgil van Dijk, mas depois da Copa do Mundo que tivemos, talvez fosse mais justo que voltássemos a discussão para o prêmio de melhor jogadora.

O futebol feminino segue sua batalha em busca de espaço e igualdade e a premiação escolheu três mulheres que definem bem o que significa essa luta.

Alex Morgan é simplesmente uma das melhores atacantes da história do futebol feminino. Finalizadora nata, ela foi uma das principais jogadoras da Copa do Mundo. Além de uma grande atleta, Morgan também é parte importante da luta por igualdade no esporte, sendo ela uma das principais jogadoras que estão à frente da ação movida pelas mulheres contra a Federação de Futebol Norte Americana, que segue pagando menos para a Seleção Feminina apesar dos resultados esportivos melhores em relação ao homens.

Lucy Bronze foi escolhida a melhor jogadora da Europa depois da campanha com o Lyon, e fez um grande mundial com a seleção da Inglaterra, parando apenas na semifinal diante do time de Alex Morgan. Lucy é a única das três que está representando o principal time de futebol feminino do mundo, o Lyon. Atuais campeãs da Champions, a equipe francesa é um exemplo de como o futebol feminino deve ser tratado pelas instituições.

Duas mulheres e atletas excepcionais, assim como muitas outras que não estão entre as as três indicadas, mas mereciam pela bola e pela coragem. Mas entre as três finalistas, Rapinoe sem dúvida é aquela que chama mais atenção e esse texto é uma tentativa de provar o porquê ela merece esse prêmio. Ativista de diversas causas Megan Rapinoe se define como um manifesto ambulante por ser mulher, homossexual e jogadora de futebol. A atleta chamou a atenção do mundo durante o Mundial com sua impecável atuação em todas partidas que jogou, e com sua coragem para bater de frente com todo o preconceito e machismo que teve de lidar. Na Copa do Mundo, a camisa 15 foi sem sombra de dúvida, a melhor jogadora: resolveu jogos, marcou golaços e liderou a Seleção Americana em uma campanha impecável.

Fora de campo Rapinoe mostrou que o caminho para as mudanças é dando a cara a tapa mesmo que isso signifique sacrificar tudo. Contrária a Trump, a capitã não cantou o hino de seu país, e ainda assim foi a responsável por levantar a taça, mesmo que muitos torcessem o nariz para isso. No discurso da comemoração em Nova York, ela mais uma vez provou que é muito mais do que uma atrevida jogadora de futebol e mostrou que a causa que defende tem que ser todos.

"Como vocês tornam a comunidade melhor? Como tornam melhores as pessoas ao seu redor? Sua família? Seus melhores amigos? As 10 pessoas mais próximas a você? As 20? As 100 pessoas mais próximas a você. É responsabilidade de cada pessoa. Tivemos muitas discussões nos últimos anos. Eu fui uma vítima disso, fui uma autora disso. Na briga com a Federação... desculpa por algumas das coisas que eu disse. Não todas. Mas é hora de nos juntarmos. Essa conversa já tomou o próximo passo. Temos que colaborar, e precisamos de todos. Essa é a responsabilidade que passo para todos vocês. Façam o que puderem. Façam o que tiverem que fazer. Pise fora de si mesmo. Seja mais, seja melhor, seja maior do que você jamais foi. Se esse time é alguma representação do que você pode ser, quando você fizer isso, tome isso como um exemplo."

Esse foi o trecho mais impactante do maravilhoso discurso da artilheira e campeã. É preciso muita coragem para ousar e ser como Rapinoe e. E exatamente isso que ela pediu para todas e todos.

Bronze e Morgan são excelentes jogadoras e ativistas de uma causa que muitas vezes deixamos para lá, e lembramos só de 4 em 4 anos e se elas vencerem será por mérito e será incrível. Mas Rapinoe nessa Copa transformou a causa, e nos impactou cada vez que entrou em campo, cada vez que deixou claro o absurdo que era a disparidade entre o futebol feminino e masculino e por isso, é fácil dizer que Rapinoe merece o prêmio, assim como é claro que esse prêmio significa muito mais do que qualquer premiação do esporte em geral.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle