Bebeto, o atacante que deixou saudades por onde passou

Atualizado: Jul 25

José Roberto Gama de Oliveira, popularmente conhecido como Bebeto, é um político brasileiro. Apesar disso, é mais conhecido pelo que fez dentro das quatro linhas, como jogador de futebol. O baiano, criado no bairro da Ribeira, defendeu tanto Bahia quanto Vitória, mas ficou conhecido nacionalmente quando jogou pelo Flamengo e participou do polêmico campeonato brasileiro de 1987. Em 1989, porém, Bebeto passou a defender o rival Vasco da Gama, conquistando o segundo título brasileiro da equipe. Em 1992, foi artilheiro do campeonato nacional e despertou o interesse do Deportivo La Coruña.

Na Espanha, ganhou a expressiva Copa do Rei de 1995 e tornou-se ídolo. Em 1996, retornou ao Flamengo, em uma passagem apagada, com a torcida ainda ressentida pela sua ida ao Vasco. Apesar das polêmicas, Bebeto admitiu em diversas entrevistas ser torcedor do Flamengo. De volta a Espanha e defendendo o Sevilla, também não fez uma passagem memorável. Em 1997, conquistou o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste, pelo Vitória. Ainda com passagens pelo Cruzeiro, Botafogo ou retorno ao Vasco, Bebeto não conseguiu ser o mesmo jogador de outrora.

Mas foi vestindo a camisa da Seleção Brasileira que o atacante fez seu nome. Formando dupla com Romário, se destacou como um dos principais personagens na conquista da Copa do Mundo de 1994. Foi durante a competição que o jogador fez a comemoração que inspirou tantas outras comemorações de gols dali em diante. Impossibilitado de ver o nascimento do filho Mattheus, simulou o embalar nos braços, o homenageando através do gol no maior campeonato de futebol do mundo. A exemplo do pai, Mattheus também optou por seguir carreira como jogador e hoje, defende o clube português Vitória de Guimarães.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle