• Alícia Soares

Valencia dribla a crise e vence o Chelsea

Atualizado: Jul 25

Com direito a pênalti perdido por Barkley, os Los Ches vencem um

confronto contra os Blues pela primeira vez e levam os três pontos para casa

A partida aconteceu no Stamford Bridge e o árbitro responsável foi o turco Cuneyt Çakir. Enquanto o Chelsea vinha esperançoso com a estreia de Frank Lampard como técnico na competição, o Valencia vinha com um turbilhão de emoções com a insatisfação dos jogadores após a demissão do técnico Marcelino García Toral. Agora sob comando de Albert Celades, venceu os donos da casa por 1 a 0, gol de Rodrigo, e o time de Frank Lampard mantém sua irregularidade como mandante após mais uma derrota em Londres.

O Chelsea foi à campo com Kepa Arrizabalaga, Tomori, Christensen e Zouma; Marcos Alonso, Kovacic, Jorginho e Azpilicueta (Capitão); Mason Mount, William e Tammy Abraham. Um sistema tático bem defensivo, apesar de estar jogando em casa. Conta com os seguintes desfalques por lesão: Reece James, Hudson-Odoi, Loftus Cheek, Kanté, Rudiger e Emerson. A formação de um time jovem blue traz ao elenco mais velocidade e fluidez no jogo, apesar da estrutura 3-4-2-1

Já o Valencia entrou a campo com Cillessen, Wass, Garay, Gabriel Paulista, Gayá; Coquelin, Parejo (Capitão), Kondogbia, Cheryshev; Rodrigo e Gameiro. Ambiente pesado no time do Valencia, com direito a silêncio com a imprensa, após demissão do técnico Marcelino e outras questões internas. Albert Celades chega ao clube espanhol e dez dias após sua apresentação já encara uma partida de UEFA Champions League.

O início da partida começou em um estilo Marcação-Pressão, que resulta em uma aceleração do jogo e uma maior dinamicidade, onde ambos os times atacam o seu adversário. Aos cinco minutos, o lance de destaque foi contra-ataque do Chelsea com William e Jorginho e finalização de Abraham, na qual Cillessen manda para fora e para escanteio. O Chelsea inicia mais dominante em campo. Aos nove minutos, o jogo é paralisado após entrada de Coquelin em Mason Mount, onde o francês leva o primeiro cartão amarelo do jogo. Em seguida, William cobra falta que rola de graça para o goleiro Cillessen. O brasileiro começa com muitos erros nos primeiros dez minutos da partida.

Aos 12 minutos, uma tentativa de contra ataque mais consistente da equipe do Valencia, que não obtém sucesso na área devido a uma marcação mais alta dos blues. Aos 15 minutos, Mason Mount cai direto ao chão e já faz sinal para substituição após persistência da dor da falta de Coquelin. Pedro Rodriguez entra em seu lugar nos Blues.

Aos 19 minutos, dois contra ataques espanhóis acontecem. O primeiro com Rodrigo e Daniel Wass e o segundo com um chute de Gaya que Kepa pega. Logo após, ataque chega ao Gameiro em condição legal na área e Tomori desvia a bola para fora.

O Chelsea é mais predominante em campo, mas o Valencia também realiza bons contra-ataques. William se movimenta bem em campo e é o articulador responsável pelas principais chances dos azuis de Londres. Nos primeiros vinte minutos de jogo eram 60% de posse de bola para o Chelsea e 40% para o Valencia.

Aos 26 minutos, Azpilicueta recebe de William e cruza para Abraham na área, que manda para fora. Logo após, o time do Valencia armou um belo lançamento para Gameiro que foi desarmado pelo Tomori. Oito minutos depois, Jorginho dá um carrinho em Kondogbia e o jogador blue recebe cartão amarelo. Em seguida, William recebe, se movimenta, desvia de três jogadores do Valencia e chuta à direita do gol de Cillessen. Aos 41 minutos, Kovacic lança para William que se desequilibra com a pressão dos zagueiros e manda para cima do gol. O árbitro sinaliza dois minutos de acréscimo. Nos últimos segundos do primeiro tempo, William recebeu e chutou diretamente ao gol de Cillessen, que protege bem. Final de primeiro tempo Chelsea 0 a 0 Valencia.

No segundo tempo, Chelsea continua mais ativo no jogo e só após quatro minutos de jogo que o Valencia chega à defesa londrina, mas passa longe do gol de Kepa. O Chelsea possui muitas boas oportunidades na pequena área, mas pequenos erros nas finalizações ainda persistem. Aos nove minutos, Valencia pressiona a marcação do Chelsea para chegar ao ataque, Pedro comete falta em Wass e Parejo cobra saindo para escanteio. Parejo faz jogada ensaiada com Gameiro na cobrança que vai para fora.

Aos 15 minutos, William participa de contra-ataque, é desarmado por Garay e sofre a falta. Alonso cobra no canto esquerdo de Cillessen que faz uma bela defesa e manda a bola para escanteio. Após cobrança, Alonso cabeceia para fora. Cinco minutos depois, o Valencia aproveita a marcação alta e arma contra-ataque, mas Alonso chega a tempo. Sai Gameiro e entra Maxi Gomez no Valencia aos 25. Em seguida aos 28, sai Zouma e entra Olivier Giroud no Chelsea, com isso, Lampard tenta deixar o time mais ofensivo na busca de abrir o placar de jogo.

Aos 27, cobrança de falta de Parejo que lança Rodrigo que aproveita a chance e marca o gol. Chelsea 0 a 1 Valencia. Clima tão pesado na equipe espanhola que não houve nenhuma comemoração da comissão técnica. Aos 35, sai Kovacic e entra Barkley na equipe dos Blues, que possui um teor mais ofensivo em campo.

Aos 38, a esperança do Chelsea. Em lance duvidoso de bola na mão de Wass, o árbitro checa no VAR e marca pênalti para os donos da casa. William e Barkley discutem sobre quem bater o pênalti e o inglês bate, que estourou no travessão e saiu. Aos 44, Giroud ainda leva um cartão amarelo e o Valencia faz substituição para gastar tempo: sai Rodrigo e entra Lee Kangin e sai Cheryshev para a entrada de Daikhabi. Durante os quatro minutos de acréscimos, Alonso cobra falta direta ao gol no lado direito, porém sem sucesso. Assim acaba a partida: Chelsea 0 a 1 Valencia

Com essa derrota, o Chelsea continua com seu aproveitamento abaixo do esperado como mandante: perdeu duas partidas e empatou mais duas, além de ter vencido bem dois jogos fora de casa. Em relação ao histórico do confronto, o Chelsea venceu três vezes o Valencia e empataram três vezes, ou seja, a vitória de hoje é inedita.

O próximo confronto dos dois times na UEFA Champions League será no dia 02 de outubro, em que o Chelsea enfrenta o Lille na França e o Valencia joga em casa contra o Ajax.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle