Copa do Brasil: Palmeiras ergue a taça pela primeira vez em 1998

Atualizado: Ago 11

Sem um título continental, o Palmeiras buscava em 1998 a Copa do Brasil. Luiz Felipe Scolari construiu uma caminhada não só na Copa do Brasil, mas que levaria ao título inédito da Libertadores também.


No dia 26 de maio, acontecia o jogo de ida, mais de sessenta mil torcedores no Mineirão cantando contra o Palmeiras. Além da pressão interna, a torcida amedrontava o Verdão. Com arbitragem do famoso Carlos Eugênio Simon, o apito final daquela partida poderia ser o fim do tão sonhado primeiro título da Copa do Brasil. O jogo de ida terminou em 1 a 0 com gol de Fábio Júnior para o Cruzeiro de Levir Culpi. Mas o Palmeiras não baixou a cabeça, e ainda tinham 90 minutos para reverter aquele resultado, dessa vez em casa e com a sua torcida ao lado.


30 de maio, Morumbi e a oportunidade de erguer a taça em sua casa dependia de dois gols para reverter o resultado do primeiro jogo. E o Palmeiras mostrou para que veio, Paulo Nunes abriu a contagem logo cedo. Mas 1 a 0 a agonia aumentava e, a cada minuto que passava, os pênaltis iriam de consolidando. A aflição do torcedor palmeirense só aumentava, e a bola não queria entrar na rede. Então surgiu Oséas, aparando um rebote de Paulo César no minuto final da partida. Mais de 45 mil torcedores entraram em delírio e começaram a contar os minutos que restavam para Sidrack Marinho dos Santos pôr fim ao drama. Naquela noite, o Palmeiras vencia sua primeira Copa do Brasil, a terceira do técnico Felipão.


Curiosidade: No mesmo ano houve tempo para o Palmeiras vencer outro torneio continental, em dezembro ergueu a Copa Mercosul após três jogos decisivos contra o mesmo Cruzeiro.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle