Pioneira no futebol feminino, Ferroviária conquista o título no Brasileirão

Atualizado: há 2 dias

Com emoção do início ao fim, a Ferroviária conquistou o seu bicampeonato no Brasileirão Feminino Série A1, na tarde deste domingo (29), ao vencer o Corinthians por 4 a 2 nas penalidades. O título coroou o trabalho da técnica Tatiele Silveira, que assumiu a Locomotiva no começo desde ano. “Estamos vivendo um sonho e uma realização que é lutar e estar buscando espaço. Espero que sirva de inspiração para outras mulheres”. Indagada sobre a conquista do título, a gaúcha definiu como "vencer uma equipe de tanta qualidade como o Corinthians enaltece ainda mais o nosso título”.

Com a conquista do título, a Ferroviária representará o país na Libertadores da América ao lado do Corinthians – que foi o campeão do Brasileirão Feminino do ano passado. A competição que inicia no próximo mês, será realizada em Quito, no Equador.

O jogo

Depois do empate em 1 a 1 na primeira partida. As duas equipes se reencontraram no Parque São José, ou carinhosamente conhecida como Fazendinha. Os primeiros 45 minutos foram marcados pela pressão imposta pelo time corinthiano. Na primeira oportunidade da equipe, Pardal acertou a trave da goleira Luciana. A Ferrinha chegou com perigo em uma jogada criada por Aline Milene, que se livrou de duas marcadoras e de cara a cara com a goleira Lelê, arriscou. A camisa 1 fez uma defesa inacreditável com os pés.

No segundo tempo, mais pressão imposta pelas donas da casa. Apostando na velocidade de Millene, o Corinthians perdeu inúmeras oportunidades de balançar as redes. Valentes, a Ferroviária interceptou as jogadas criadas pelo Timão, e com o empate sem gols, a decisão foi para os pênaltis.

Penalidades

O Timão começou as cobranças com Vic Albuquerque, que com categoria abriu placar. A Ferrinha deixou tudo igual com Luana. Bia Zanotti converteu para o Corinthians e Aline Milene também deixou a sua marca. Na cobrança de Tamires, a goleira Luciana fez uma ótima defesa. Andreia ampliou para a Ferrinha. Já Ingryd acabou desperdiçando a sua cobrança. E coube a Géssica marcar o gol que decretou o bicampeonato da Ferroviária.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle