Copa do Brasil: Santo André levanta poeira, e ergue o título nacional de 2004

Atualizado: Jul 25

Dia 30 de junho de 2004. Com certeza é uma noite inesquecível para todo torcedor do Santo André. Foi nesta noite, que o time paulista conquistou o seu primeiro título nacional em pleno Maracanã e com mais de 71 mil pessoas no estádio.

A trajetória até o título começou com seu primeiro adversário, sendo o Novo Horizonte, e o placar foi de 5 a 0 para o Santo André, com gols de Makanaki, dois de Jean Carlos e um contra do Fábio. Logo depois do próximo jogo da segunda fase, o Santo André enfrentou o Atlético Mineiro, onde venceu o primeiro jogo por 3 a 0 e perdeu o segundo por 2 a 0 - mesmo assim, a vaga nas oitavas estava garantida.

Nas oitavas o Guarani era o adversário. A primeira partida foi na casa do adversário, e ocorreu um empate de 1 a 1, com gols de Viola, para o Guarani e Dedimar, para o Santo André. O segundo jogo, um empate sem gols garantiu a classificação às quartas de final.

Nas quartas de final, a equipe paulista fez o jogo mais acirrado e mais difícil, contra o Palmeiras. No primeiro embate, um empate em 3 a 3 - com gols de Osmar, Barbieri, Sandro Gaúcho para o Santo André, e Diego Souza, Muñoz, Leonardo para o Palmeiras. Depois para o jogo de volta, o Santo André foi até o estádio rival, o Palestra Itália. E em mais uma partida movimentada e com direito a quatro cartões amarelos, e oito gols, sendo quatro do Santo André e quatro do Palmeiras, o Ramalhão estava na semifinal da Copa do Brasil pela primeira vez.

Enfrentando o 15 De Novembro na tão sonhada semifinal, o primeiro jogo foi em casa, onde sofreu uma derrota de 4 a 3. Mas o Santo André não iria deixar assim, depois de tudo que passou não seria ali que tudo iria acabar. Sendo assim, o jogo de volta na casa do 15 de novembro foi de vitória para o time paulista por 3 a 1, e com muita festa na casa do adversário, o Santo André pela primeira vez estava numa final de campeonato nacional.

O primeiro jogo da final chegou Santo André x Flamengo. Jogando no estádio Bruno José Daniel, os torcedores estavam com os nervos e esperanças a flor da pele. E o placar final terminou em um empate em 3 a 3, mas nada estava decidido, não tinha vencedor, mas as coisas pro Santo André complicaram. O próximo jogo seria no Maracanã e com a torcida do Flamengo em peso. Para conquistar o título, o Santo André precisava vencer por dois gols de diferença.

Dia 30 chegou. A grande final. O Flamengo era o favorito pela tamanha diferença de tradição entre os dois clubes. Com o estádio lotado, aquele pequeno time do interior paulista poderia ganhar seu primeiro título nacional, mas tinha uma grande batalha pela frente. O jogo começa, com direito a torcida do flamengo cantando "poeira, levantou poeira", mas a festa era só na torcida, porque dentro de campo era o Santo André que estava melhor.

Primeiro tempo acabou 0 a 0. Na segunda etapa, a rede finalmente balançou - aos 7 minutos, Sandro Gaúcho livre de cabeça faz o 1 a 0. A torcida rubro-negra silenciou ao ver Elvis ampliar o placar. Festa para os 300 torcedores do ABC Paulista que foram ao Maracanã assistir a final.

O Santo André ganhou por 2 a 0 assim, conquistando a Copa do Brasil e dando a volta olímpica com direito a cantar igual a torcida carioca cantava: "poeira, levantou poeira". O grito de campeão rolou e o Santo André entrou para a história do futebol brasileiro.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle