Time de branco e de preto

Atualizado: 25 de Jul de 2020

No lançamento de seu terceiro uniforme, o Santos homenageia os jogadores negros que passaram pela sua história, além de produzir uma minissérie que narra, em quatro episódios, a luta santista contra o preconceito.

“Eu tô aqui pra contar uma parada que é muito minha, de certa forma, um pouco nossa. E de todo mundo também. É a história de um time de branco, que não seria nada se não fossem os pretos!” Essa é a abertura dos quatro episódios da minissérie Time de Branco e de Preto lançada pelo Santos no canal oficial do Youtube e nas redes sociais em homenagem a todos os jogadores negros que passaram pela história do clube. A homenagem começou no último domingo (29), no jogo contra o CSA onde a equipe da Vila estreou seu terceiro uniforme predominantemente preto.

Talvez, essa seja uma das produções mais importantes do clube alvinegro já que aborda a luta contra o racismo e o posicionamento importantíssimo do clube sobre o orgulho negro. O lançamento do uniforme fugiu das comuns fotos de jogadores nas redes sociais, e através da minissérie o clube alcançou um público ainda maior e deu um significado a mais a sua nova camisa.

Como já dito, a produção conta com quatro episódios, além da narração do rapper santista Emicida e participações especiais de Mano Brown, Edu, Maria Dias e Tailson. O texto, o roteiro e a direção foram feitos por Victor Borges, coordenador da Santos TV. Os episódios não são longos, todavia a mensagem é transmitida de forma clara e tocante, e cada vez mais temos a certeza de que causas sociais e futebol podem e devem falar a mesma língua.

O primeiro episódio da curta, narrada por Emicida, foi ao ar na última segunda (30) e relembra a história de Esmeraldo e Milton, os dois primeiros negros a vestirem a camisa do Santos. “Desde sempre alvinegro” além de resgatar a história do futebol e da realidade dos negros na época de uma maneira bem explicita, é mostrado que desde sempre o “preto fez parte do DNA” do Santos. Por fim, faz uma comparação aos pensamentos preconceituosos da época e infelizmente, ainda presentes hoje em dia.

O segundo episódio, “Meus sonhos são negros, e isso não é ruim”, lançado na terça-feira (01) narra um pouco sobre o “Ataque dos Sonhos”, o quinteto amado, aclamado e lembrado até hoje por todos os amantes de futebol sejam ou não santistas: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. E por curiosidade, apenas Pepe era, como ele mesmo diz, um cara pálido. Esses jogadores deram outro significado para o futebol e para o preconceito, foram símbolo de representatividade e com suas vozes entoaram o grito de: “Sim, nós podemos!”.

O terceiro episódio foi ao ar na quarta (02) e falou sobre os raios que costumeiramente caem na Vila Belmiro: “Das nuvens negras, os raios!”. Primeiro Pelé, depois Robinho, em outra ocasião Neymar e por agora mais recente Rodrygo. Talentos natos, meninos da Vila que surgiram em meio à tempestade, quando o Santos mais precisava. É justamente pensando nisso que o episódio começa levando em conta que para muitos a cor preta é sempre ligada ao lado ruim da história, mas para os santistas, isso é a melhor das notícias.

O quarto e último episódio lançado na quinta-feira (03) traz a participação especial de Mano Brown, Edu, Maria Dias e Tailson. “De volta à origem, com Mano Brown” traz uma entrevista com o mesmo, além de Edu, Tailson e Maria Dias visitarem e presentearem as crianças da Vila Mirim.

O Santos vai muito além do futebol e dessa forma, é muito mais que um clube de futebol, o Santos é uma causa, é a controversa, o inusitado, a surpresa, um ciclo, é luta, é o dibre. O Santos é de todos, é o time que se reinventa de tempos em tempos, que tem como herói moleques franzinos, negros e com uma habilidade absurda nos pés. E continuará sendo assim, porque como narra Emicida: “Enquanto um negro ousar quebrar o sistema com a bola no pé, o Santos viverá!”.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle