E a final?

Atualizado: Jan 17

Andando pelas ruas, ficou comum ouvir rubro-negros se cumprimentando com um sorriso de orelha a orelha e um brilho no olhar. Eles se olham com a cumplicidade de quem sabe que não foi fácil chegar até esse momento. Eles se perguntam “e a final?” e gritam uns para os outros: “tá chegando a hora.”

Eles não escondem a ansiedade e o nervosismo. E isso é lindo. Eu sempre digo: grande parte da graça em estar em uma final é a expectativa que a antecede. Os rubro-negros estão a um passo de conquistarem o continente e, em meio a todo o nervosismo, o que se sobressai? A alegria de ser Flamengo. Em cada comentário - otimista ou pessimista - dá para sentir o orgulho de vestir essa camisa, de fazer parte dessa torcida, de amar esse clube.

Thiago Ribeiro/AGIF

Cada canto do Brasil tem um pouco de Maracanã. Amanhã o país vai parar. Vocês, rubro-negros, são todos menos alguns - e não deixam brecha para alguém ousar duvidar disso. Eu tenho certeza que o dia vai amanhecer com foguetes. Até porque, com razão, vocês vão querer aproveitar cada segundo dessa loucura que é ser finalista da Libertadores.

Olha que sorte: vocês estão vendo - e vivendo - um dos melhores Flamengos da história. São 38 anos de espera. "Me belisca", dirão alguns. Mas o sonho já está sendo vivido. Amanhã pode ser o dia mais feliz da vida de vocês. Aproveitem muito. Seja lá o que aconteça, vocês já fizeram história.

Flamengo, o seu povo pede o mundo de novo. O primeiro passo é conquistar a América do Sul. Boa sorte.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo