Millene Fernandes, a atacante artilheira do Corinthians


O Corinthians, em 2019, protagonizou uma temporada incrível. São 45 jogos sem derrotas (em tempo normal), dois títulos e um vice-campeonato. Recentemente, a equipe venceu invicta a Copa Libertadores da América e consagrou-se campeã Paulista com 100% de aproveitamento, resultados de uma parceria consistente entre técnico e time.

Entre as campeãs alvinegras, está a atacante, Millene Fernandes que, dona de 19 finalizações bem sucedidas no Campeonato Brasileiro, teve um desempenho brilhante na temporada: 32 gols em 44 jogos. No Brasileirão, além de craque, melhor atacante e maior artilheira em uma única edição, encerrou o campeonato como a maior artilheira da história do torneio - com um total de 49 gols. Após a conquista da Libertadores, Millene conversou conosco e, em entrevista exclusiva ao Futebol por Elas, falou um pouco sobre o momento que o clube vive e a sensação por trás de suas marcas pessoais nesse ano emblemático para o Corinthians.

“Sem dúvida nenhuma, foi um ano mágico para nós - tanto para a comissão técnica, como para cada jogadora. Sabemos que não foi fácil, são 45 jogos sem derrotas, um feito muito marcante, conseguimos chegar a três finais de três competições, foram dois títulos. O principal para mim foi o Paulista, que o Corinthians até então não tinha, e conquistamos esse ano. É um momento mágico que fica marcado não só para nós do elenco, mas também aos torcedores que se fizeram muito presentes durante toda a temporada”.

Ao ser questionada sobre o sentimento por trás de seus marcos pessoais durante a campanha, Millene revela que as principais sensações são a de felicidade, e muita gratidão pelo momento que vive. “Nós sabemos que a evolução da modalidade em nosso país vem crescendo, e dentro desse cenário, ser a maior artilheira de um campeonato que muitas atletas tem vontade de disputar, para mim é motivo de muita alegria, e muita gratidão", enfatiza a jogadora.

Millene foi convocada novamente para integrar a Seleção Brasileira, junto cinco jogadoras do elenco corinthiano: Lelê, Erika, Tamires, Gabi Zanotti e Victoria Albuquerque. A atleta nos revelou que se sente extremamente contente pela convocação, dividir espaço com suas colegas de clube é motivo de animação para a atacante, que garante que tem grandes expectativas para a campanha que se inicia, ao lado de suas companheiras. A comemoração pela convocação de Millene foi interna, entre família e amigos, pois as jogadoras já estão se desligando do clube, para dar início ao período de férias.

Falando de Corinthians, a final do Campeonato Paulista rendeu fortes emoções para o time alvinegro, pois além da conquista do título, até então inédito para o clube, a partida bateu recorde de público com 28,609 torcedores vibrando nas arquibancadas da Arena.

Neste contexto, faz-se mister pontuar que o futebol feminino vem conquistando cada vez mais visibilidade nos últimos anos e, no Brasil, 2019 abriu portas para que a população tenha mais contato com a modalidade através das transmissões da Copa do Mundo em canais abertos e de outras competições como a própria libertadores feminina, que contribuíram para intensificar a relação dos times femininos com seu público.

Ao ser questionada sobre o assunto, Millene confessa estar feliz com as conquistas da modalidade, e fala um pouco sobre o recorde de público na disputa final do Campeonato Paulista, e a relação da equipe com a torcida alvinegra nessa campanha. “Como atleta, estou bem contente com a visibilidade que a modalidade vem ganhando em nosso país, é um momento de comemoração. Sabemos que ainda há muito para melhorar, mas acredito que precisamos ter paciência, e dar tempo ao tempo. Estamos mostrando nosso melhor em campo, e os resultados aos poucos vem aparecendo. Nossa relação com a torcida é sensacional, durante toda a temporada ela esteve nos estádios, nos apoiando. Gosto de dizer que é mais um jogador em campo, ela faz total diferença! A final do Paulista, com quase 30 mil pessoas na arquibancada para assistir futebol feminino foi, sem dúvidas, muito marcante. Um momento muito especial. O apoio da torcida é muito importante, com ela na arquibancada o espetáculo fica mais bonito.”


Para encerrar a entrevista, a jogadora contou um pouco sobre as dificuldades que encontrou em sua caminhada, e deixou um recado para as meninas que, assim como ela na infância, sonham em ser jogadoras de futebol. “O recado que posso deixar é: não desistam! A persistência faz você colher frutos. Passei por muitas dificuldades, para poder fazer o que mais amo. Não foi fácil, já cheguei a ficar sem chuteira, muitas vezes jogava só com meninos, mas tudo foi muito válido, e contribuiu para que hoje eu pudesse estar em um patamar um pouco melhor. Fico muito feliz em ser referência para as novas gerações, espero que possam tirar algo de bom e se espelhar de alguma forma, elas são nosso futuro. Sou grata por tudo o que passei para poder chegar até aqui, e o meu recado é que jamais desistam".

A equipe corinthiana, agora em férias, bem como o ano de 2019, deixa um marco gigante para o futebol feminino no Brasil, e no clube. Ainda há, com certeza, muita visibilidade a ser conquistada para a modalidade, e estamos longe do tão sonhado reconhecimento igualitário entre o futebol masculino e feminino, mas é razão de grande alegria tudo o que foi alcançado até aqui.

O meu desejo, é ver as futuras gerações do futebol feminino crescendo com estrutura, apoio, e visibilidade cada vez melhores. Que o berço futebolístico não seja parcial, e talentos como o de Marta, Formiga e Cristiane - como os de muitas outras, não sejam rebaixados, ou comparados, em virtude de gênero. Que o Brasil seja o “País do Futebol” para todos, independente da modalidade - com estádios lotados, torcidas cada vez mais apaixonadas e uma paixão inegável, acima de tudo, pelo esporte e sua magia.

#MilleneFernandes #Lelê #Erika #Tamires #GabiZanotti #VictoriaAlbuquerque

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle