O Chelsea volta a poder contratar, e agora?

Atualizado: 25 de Jul de 2020


O CAS mal reduziu a punição e já há uma infinidade

de especulações de novos jogadores nos Blues

Classificados às oitavas de final da UEFA Champions League e na quarta colocação na Premier League, o time de Frank Lampard tem jogado a temporada 2019-20 aos trancos e barrancos. Isso porque a Fifa puniu o Chelsea de fazer contratações por duas janelas de transferências, após violações referentes a contratações de jogadores menores de 18 anos, trazendo algumas limitações para o clube. Entretanto, na última sexta-feira, a Corte Arbitral do Esporte (CAS) reduziu a punição para apenas uma janela e, dessa forma, já serão possíveis contratações em janeiro de 2020.

Na última janela de transferências, o clube perdeu sua principal referência: Eden Hazard, o belga que praticamente carregou o time nas costas na conquista da UEFA Europa League 2018-19, além de perder jogadores experientes como David Luiz e Cahill. Dessa forma, o treinador Frank Lampard, uma lenda já conhecida e admirada pelos Blues, agora como comandante, decidiu aproveitar a base, já que não seriam possíveis contratações, além de tentar manter o maior número de jogadores possíveis no elenco.

O fato de possuir Frank Lampard como técnico leva a uma maior aceitação e paciência da torcida, principalmente do chefão Roman Abramovich, valendo lembrar o grande histórico do Chelsea da Era Abramovich havendo muitas demissões de técnicos, entre eles, André Villas Boas, Roberto di Matteo, Antonio Conte e Maurizio Sarri.

Com a redução da punição, na janela de janeiro os Blues já podem voltar ao mercado. E com isso, várias especulações vêm à tona: Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Chilwell (Leicester City) são as mais fortes e outras menos faladas, porém existentes são José Maria Gimenez (Atletico de Madrid), Koulibaly (Napoli), Timo Werner (RB Leipzig), Dembele (Barcelona) e Zaha (Crystal Palace). A questão é: até que ponto isso é positivo ou não? Afinal, com mais contratações, alguns dos jogadores da base que estão sendo bem utilizados podem perder espaço e acabarem sendo emprestados para outros times novamente, quando poderiam estar mostrando seus potenciais nas partidas dos Blues. O ideal seria fazer contratações necessárias em posições que estão defasadas, como defesa e laterais, com objetivo de haver opções para o banco de reservas.

Conheça os jovens (sub-23) que jogam nos Blues atualmente:

Tammy Abraham (22 anos) - Centroavante

A sensação do Chelsea da temporada, o inglês Tammy Abraham já teve passagens por empréstimo no Swansea e no Aston Villa. Em 15 jogos da Premier League, marcou 11 gols e deu três assistências, sendo utilizado em 88% das partidas como titular. Em seis jogos da Champions League, marcou dois gols e deu uma assistência, estando presente em todas as escalações iniciais. Parece que o Chelsea finalmente conseguiu o seu tão desejado camisa nove.

Christian Pulisic (21 anos) - Atacante

Contratado por 64 milhões de euros, o Capitão América teve menos chances no onze inicial, mas está rendendo ótimos resultados e fazendo valer seu preço. Em 13 jogos da Premier League, marcou cinco gols e deu duas assistências, e na Champions League, em quatro jogos, marcou um gol e deu duas assistências. Lamps deve dar maiores chances para ele.

Fikayo Tomori (21 anos) - Zagueiro

O zagueiro canadense naturalizado inglês também trabalhou com Lampard no Derby County, foi utilizado em 69% das escalações iniciais, tendo participado de 11 partidas e marcado um gol.

Callum Hudson Odoi (19 anos) - Atacante

O inglês ainda não possui nenhum gol na temporada pelos Blues, porém teve um relevante histórico de lesões nos últimos tempos. Chegou a já atrair olhares do Bayern München, que até ofereceu a camisa 10 caso aceitasse negócio.

Reece James (20 anos) - Lateral Direito

O inglês é lateral direito e divide vaga com o capitão Azpilicueta. Em oito jogos pela Premier League, deu uma assistência e na Champions League marcou um gol no 4 a 4 contra o Ajax.

Mason Mount (20 anos) - Meia Atacante

O meia ofensivo inglês já fez um ótimo trabalho com Frank Lampard no Derby County, mantendo o rendimento nos Blues. Em 16 jogos pela Premier League, fez cinco gols e duas assistências, mas não fez nenhum gol durante as partidas da fase de grupos da Champions League.

Andreas Christensen (23 anos) - Zagueiro

O dinamarquês esteve presente em metade das partidas como titular na Premier League 2019-20. Veio da base do Chelsea e chegou a ser emprestado para o Borussia Mönchengladbach.

Ruben Loftus Cheek (23 anos) - Meia

O meia inglês é um dos jogadores mais conhecidos da base do Chelsea e já está no clube principal desde 2015, chegando a ser emprestado por um tempo para o Crystal Palace. Em 70 jogos pela Premier League, tem nove gols e sete assistências e pela Europa League, possui quatro gols e três assistências em 11 partidas.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle