• Andressa Eloisa

2020: o ano do futebol feminino

Atualizado: Jan 16

Essa história de que futebol não é coisa de mulher, tem ficado cada vez mais arcaica e podemos provar. 2020 foi o ano em que mais ouvimos falar sobre os campeonatos femininos, inclusive com transmissão de jogos em TV aberta.


A Seleção Feminina lançou uniformes, pela primeira vez, sem as estrelas do masculino, com o intuito de conquistar as próprias estrelas, sob a inspiração Mulheres Guerreiras do Brasil. Grandes jogadoras da nossa seleção, como Marta, Rafaelle, Debinha, Bia Zaneratto são referências internacionais no esporte para outras meninas.


Em novembro após um jejum de oito meses, nossas meninas golearam a seleção do Equador por oito a zero, sob o comando da treinadora Pia Sundhage, a sueca que já comandou a seleção dos Estados Unidos e da Suécia, é a primeira estrangeira a comandar a nossa seleção. Pia já anunciou a convocação das jogadoras que irão participar de treinamentos de 5 a 20 de janeiro de 2021, no Rio Grande do Sul, para consolidar a equipe com foco nos Jogos Olímpicos.


Outro destaque do nosso futebol feminino é que a nossa seleção é a única sul-americana entre as dez melhores colocadas no ranking da Fifa, ocupando a oitava colocação.


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, em setembro, a igualdade dos valores das premiações entre os atletas das seleções femininas e masculinas. Seguindo o exemplo da Federação Australiana, as jogadoras da nossa seleção feminina receberão os mesmos valores pagos aos meninos; a determinação vale para os Jogos Olímpicos (Tóquio 2021) e em Copas do Mundo.


Falando em competições nacionais, o destaque vai para o time feminino do Corinthians, que triunfou em duas premiações esse ano. No Campeonato Brasileiro Feminino o Corinthians levou a melhor, venceu o Avaí Kindermann por 4 a 2, na Neo Química Arena, em Itaquera.


(foto: divulgação)

O bicampeonato do Timão é resultado de um trabalho constante, há quatro anos o time vem trabalhando com a mesma base e a mesma comissão técnica; é impossível negar o entrosamento da equipe e da comissão. A campanha impecável durante o campeonato levou a consagração do alvinegro feminino, com 57 gols marcados e apenas 10 sofridos. O Timão, em ótima fase, também conquistou o Campeonato Paulista, vencendo por 5 a 0 o Ferroviária, na Arena Fonte Luminosa em Araraquara.

A Copa Paulista Feminina foi vencida pelas Sereias da Vila, em um jogo que resultou em cobranças de pênaltis entre Santos e São Paulo.


Que em 2021 o reconhecimento ao futebol feminino ganhe ainda mais espaço, na TV aberta, na internet, no rádio e em nossas casas. O país que tem uma jogadora (Marta) eleita por seis vezes a melhor do mundo precisa olhar com mais atenção para o futebol feminino, pois as mulheres irão conquistar suas próprias estrelas.

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle