• Gabriele Módolo

A luta dos clubes das séries A2 e A3 de São Paulo em meio à pandemia

Atualizado: Jul 24

Em meio à pandemia que paralisa o futebol brasileiro já há mais de dois meses, ainda não se tem uma data definida para os atletas voltarem aos treinos e finalizarem os Campeonatos das séries A2 e A3 do Paulista. Os times considerados como pequenos, por terem orçamento e fontes de renda fontes bem menores, em comparação com os chamados grandes, estão dando seu jeito para manterem as contas em dia e pagarem os salários dos jogadores. Além disso, a solidariedade também ganhou mais espaço em tempos de medo e crise.


A Portuguesa, por exemplo, realizou no estádio do Canindé o “Drive-Thru Solidário”, onde torcedores puderam comprar a nova camisa do clube em comemoração ao centenário, e também doar alimentos, roupas e cobertores para pessoas carentes.


O Paulista de Jundiaí, que disputa atualmente a série A3 do Campeonato Paulista, também promoveu algumas ações junto aos seus torcedores, para ajudar quem precisa e, ao mesmo tempo, arrecadar fundos para o clube. Além divulgar a campanha de doação de sangue realizada na cidade, o clube distribuiu cerca de 400 refeições para pessoas necessitados, e também passou a produzir máscaras personalizadas com o escudo do time para serem vendidas. O “acessório” se esgotou poucas horas depois que as vendas começaram.


Outra maneira encontrada por vários clubes de Norte a Sul do país para diminuição de gastos foi a redução do salário dos atletas. Segundo levantamento feito pelo site globoesporte.com junto à Confederação Brasileira de Futebol, 55% dos atletas profissionais de futebol recebem aproximadamente R$ 1 mil; 33% ganham entre R$1.001 e R$5.000; e menos de 1% possuem registrado na carteira de trabalho salários acima de R$ 500 mil. Com a pandemia, muitos jogadores estão parados e com possíveis contratos suspensos e necessitam da ajuda de suas esposas com as despesas.


Como se pode perceber, o futebol, como praticamente todos os esportes e todos os setores econômicos está, na medida do possível, dando jeito de driblar a pandemia e a crise, agora fora de campo, já que não há previsão para a volta aos gramados.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle