A trajetória dos times brasileiros na Libertadores foi definido

Os seis representantes brasileiros na Copa Libertadores da América conheceram a sua trajetória na manhã desta sexta-feira (23). Além do sorteio que definiu os confrontos das oitavas de final, Grêmio, Santos, Flamengo, Internacional, Athletico Paranaense e Palmeiras também conheceram o chaveamento da competição.


Campeão da Libertadores em 2017, o Grêmio de Renato Gaúcho irá enfrentar o Guarani - que se classificou às oitavas na segunda colocação do grupo B. Em seis jogos, os paraguaios venceram quatro jogos, empataram um e obtiveram apenas uma derrota.


Já o Santos terá a LDU como adversário. Os equatorianos também garantiram uma boa campanha na fase de grupos, vencendo quatro duelos e perdendo apenas dois. No chaveamento, o vencedor das partidas entre Guarani e Grêmio irá enfrentar Santos ou LDU.


O Internacional não teve tanta sorte neste sorteio e terá como adversário o poderoso Boca Juniors - vencedor de seis edições da Libertadores. Os argentinos lideraram o grupo H e das seis partidas realizadas, garantiram quatro vitórias e dois empates. Os gaúchos tiveram oscilações na primeira fase da competição. Após estar na liderança em boa parte da disputa, precisou lutar na última rodada para garantir a classificação às oitavas de final.


O atual campeão, o Flamengo enfrentará o Racing. Integrando o grupo F, os argentinos tiveram 83,3% de aproveitamento, perdendo um único jogo, diante do Nacional do Uruguai. Mas este chaveamento pode reeditar um duelo que aconteceu no ano passado, se o Internacional vencer o Boca Junior poderá duelar, novamente, com o Flamengo.


Uma das surpresas desta edição da Libertadores é o Athletico Paranense, que embora não tenha tradição na competição, buscará o seu título inédito. Para que isso possa acontecer, terá o campeão de 2018, o River Plate - que irá disputar a sua terceira decisão consecutiva nas oitavas de final.


E o Palmeiras irá enfrentar a altitude no duelo diante do Delfín - que garantiu a sua classificação às oitavas de final com um aproveitamento de apenas 38,9%. Em seis partidas perdeu três, empatou uma e teve apenas duas vitórias.


As datas e horários dos confrontos das oitavas de final ainda vão ser definidos pela Conmebol. E aí, qual time brasileiro terá o duelo mais difícil?

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle