• Bianca Lodi

Expulsão do atacante Janderson gera questionamentos nas Regras do Futebol 2019/20

Atualizado: Jul 24

Internautas e torcedores reclamaram nas redes sociais “estão matando nosso futebol”


FOTO: Premiere

Na manhã deste domingo (02), o atacante Janderson do Corinthians, foi expulso após comemorar gol com a torcida, no clássico contra o Santos, na Arena Corinthians. A ação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira obedece a regra do manual da Confederação Brasileira de Futebol, mas houve diversos questionamentos dos internautas e torcedores.


Para uns o regulamento está certo, para outros regras como essa “matam” o futebol. Segundo o documento atualizado pela CBF e Fifa, “Regras de Futebol 2019/20”, a regra 12, denominada Faltas e Incorreções, diz que os jogadores podem comemorar os gols, mas as comemorações não podem ser excessivas. Sendo advertido com cartão amarelo por subir nos equipamentos de proteção do campo e/ou se aproximar dos espectadores de modo que cause insegurança ou fira os princípios de segurança.


No caso do atacante, ele acabou sendo expulso devido ter levado dois cartões amarelos na mesma partida. O primeiro cartão foi tomado no primeiro tempo, ao cometer falta no Raniel. O assunto viralizou na internet e muitos torcedores se manifestaram. “O futebol está ficando chato, não pode nem comemorar com a torcida”, “está de palhaçada essa arbitragem”, “essa regra é ridícula”, “futebol está acabando”, foram alguns dos comentários nas redes sociais.


De fato, regras como essa é passível de questionamento. O torcedor é o coração do futebol, são eles que impulsionam e abraçam o time. A situação de Janderson é “compreensível” na emoção do momento agimos no inconsciente dos nossos desejos, e não tem nada mais acolhedor do que vibrar com sua torcida.


Após o jogo, Janderson comentou sobre a infração ao Premiere.


"Infelizmente eu esqueci que estava com cartão amarelo. Na empolgação do gol, primeiro em gol em clássico, eu fui comemorar com a torcida e depois que fui perceber que tinha o amarelo. Mas meus companheiros falaram que eu poderia ficar tranquilo, que iam correr por mim", disse.

Apesar de errada, a ação deixa a reflexão: até que ponto regras como essa é coerente? Realmente comemorar com sua torcida deve ser uma punição? Ou como dizem os internautas “estão matando nosso futebol”?

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle