Flamengo vence o Athletico Paranaense pela Copa do Brasil

Flamengo visitou nesta quarta-feira (28) a Arena da Baixada, para enfrentar os donos da casa pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil e venceu por 1 a 0. O jogo de volta será realizado na próxima quarta-feira (4), no Maracanã.


Foto: divulgação

Os dois técnicos tiveram que contornar alguns desfalques. Pelo time carioca, Domènec não pode contar com Gabriel Barbosa, Arrascaeta, Diego Ribas e Rodrigo Caio, lesionados. Já pelo time paranaense o número de desfalques foi ainda maior, Jonathan, Vitinho, Pedro Henrique, Khellven, Jorginho, Kayser e Thiago Heleno. Além disso, os dois times enfrentam momentos diferentes: o Flamengo foi para a partida com 11 jogos de invencibilidade enquanto o Athletico não vencia há oito.


Os times apresentaram uma boa intensidade nos primeiros minutos de jogo, e o Flamengo buscou se adaptar à velocidade da bola no campo artificial. Aos 17’, Pedro teve a primeira grande chance do jogo, mas a bola passou à direita do gol de Santos. Logo em seguida, com Nikão, o Athletico também teve sua oportunidade. Aos 19’, Bruno Henrique abriu o placar para o time carioca. Pedro finalizou, dividindo com Santos, a bola acertou a trave e voltou nos pés do camisa 27 do Flamengo.


Os minutos seguintes ao gol foram marcados por bastante tranquilidade e controle do time carioca. O Flamengo trocou passes com paciência, buscando espaços pelas laterais, e não teve nenhum grande susto no primeiro tempo. Somente aos 42’, em cobrança de falta, Walter cobrou com força e exigiu uma boa defesa do jovem goleiro Hugo. No rebote, Reinaldo acertou a rede pelo lado de fora.


Os times voltaram para o segundo tempo sem alterações. Aos 06’ da segunda etapa da partida, Reinaldo fez boa jogada pela direita e cruzou para Cittadini cabecear, porém, o goleiro Hugo defendeu com segurança. Aos 10’, entretanto, Walter exigiu do goleiro do Flamengo uma defesa muito difícil. Aos 18’, novamente foi exigido em uma defesa muito difícil. O ambiente de jogo nos primeiros 20 minutos do segundo tempo foi muito diferente do primeiro tempo, com o Athletico jogando melhor e com mais intensidade e o Flamengo quase em ritmo de treino.


Aos 31’, Renê fez falta em Cittadini na área, a arbitragem de vídeo analisou e marcou penalidade máxima. Walter cobrou o pênalti e Hugo Souza, em grande fase, defendeu sua primeira penalidade como profissional. Aos 39’, o primeiro cartão amarelo foi aplicado: Isla fez falta em Carlos Eduardo e foi punido. Aos 46’, o segundo cartão, dessa vez para Renê.


Aos 51’, Ricardo Marques Ribeiro encerrou o jogo pedindo a bola que estava nas mãos de Hugo, o grande personagem dessa partida. O jovem goleiro flamenguista tem feito diferença nas partidas, são 11 partidas jogando com o profissional do Flamengo e nenhuma derrota.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle