• Alessandra Formagini

Futsal gaúcho ensaia retorno às quadras

Dentro das quadras, a bola ainda não rolou para as competições da Liga Gaúcha de Futsal. Fora delas, a entidade juntamente com clubes e autoridades discutem o retorno da modalidade, de forma gradual, e seguindo os protocolos de prevenção da COVID-19. Ainda na última semana, a direção reuniu-se com o secretário estadual do Esporte e Lazer, Francisco Vargas, para discutir e ajustar detalhes da proposta de protocolo sanitário. O documento agora passa por avaliação pelo gabinete de crise do governo estadual, para que os critérios técnicos sejam adequados. É possível conferir o protocolo AQUI.


Entre as competições, as disputas de categorias de base, que envolvem crianças e adolescentes, ainda não têm data para ocorrer. Na Liga Feminina, a previsão é que a competição inicie em 19 de outubro. Já a Liga 2 é prospectada para setembro e a Liga 3 deve iniciar em outubro, conforme adesão dos clubes.


Foto: Alessandra Formagini

A primeira competição a iniciar é a Liga Gaúcha 1, carro-chefe da entidade e que envolvem os clubes de elite. Uma reunião prévia aconteceu ainda em junho, porém, nos próximos dias os clubes devem confirmar, através de ofício, a participação. Com portões fechados, a primeira rodada deve acontecer no dia 29 de agosto.


Confira como está a atual situação dos clubes da primeira divisão gaúcha:

ACBF – também na LNF, a gigante de Carlos Barbosa realizou testes na equipe e já treina em quadra com bola, conforme os protocolos de saúde. O time foi o primeiro a retomar os treinamentos no Estado.


AEU – o time da fronteira, Uruguaiana, não está realizando treinamentos coletivos ou individuais. Inclusive, o Ginásio Schimitão passa por reformas. Ainda, o clube tem o dilema dos portões fechados, uma vez que a bilheteria é grande fonte de renda.


AFUCS – a equipe de Seberi subiu de divisão este ano e, durante a quarentena, tem realizados treinos longe do ginásio. De forma individual, os atletas são orientados para treinar em casa.


ALAF – por meio de nota, o time de Lajeado confirmou que não participará das disputas deste ano. A falta de estrutura e o grande custo dos protocolos foram as motivações.


AMF – a equipe marauense realiza treinos de forma individual, via videoconferência, com os atletas em casa, além de treinos individualizados em academia. Os treinos com bola e em quadra ainda não foram liberados.


Atlântico – também na LNF, o time de Erechim já testou todo o grupo e já realiza treino com bola, no ginásio da equipe, conforme os protocolos de saúde.


Guarani FW – pela primeira vez na elite, o time de Frederico Westphalen também realizou rodada de testes no plantel e também retornou às atividades em academia. Equipe aguarda autoridades locais para treinos em quadra.


Guarany – o time de Espumoso retornou com as atividades de maneira remota e, conforme anunciado nas redes sociais, nesta segunda-feira (27) retorna com os treinos em quadra, após apresentar protocolo.


Horizontina – também vindo da Liga 2, a data de reinício dos trabalhos ainda não foi definida e dependerá da liberação por parte das autoridades locais.


Lagoa EC – pela primeira vez na elite, o clube de Lagoa Vermelha já testou todo o grupo e, recentemente, retornou com os treinos em quadra e com bola.


Passo Fundo Futsal – a equipe já protocolou junto às autoridades locais a intenção de retorno às quadras para treinamentos. Porém, por enquanto os atletas permanecem em casa.


SASE – antes da pandemia, o time de Selbach já havia anunciado que não jogaria no primeiro semestre e, no estadual, viria com um time local, sem grandes contratações. O time ainda não realiza treinos.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle